Wellington negocia recursos para abastecimento e mobilidade urbana

Com o objetivo de negociar recursos nas áreas do abastecimento e da mobilidade urbana junto ao Governo Federal, o governador Wellington Dias se reuniu, nesta quarta-feira (6), em Brasília, com a presidente da Caixa Econômica Federal, Miriam Belchior, e com o diretor executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Gustavo Adolfo.

7939da5bbf_media

Na oportunidade, o chefe do executivo tratou, junto à Caixa, da obra de modernização do metrô de Teresina e do alargamento de pontes. “Tratamos de dois convênios com a Caixa Econômica. Um deles, já acertado anteriormente, diz respeito à revitalização das linhas férreas e a aquisição de novos veículos, dando as condições de modernizar e dar segurança e eficiência à linha que vai do bairro Renascença ao Centro de Teresina”, explicou Wellington.

Trata-se de um contrato no valor de R$ 430 milhões provenientes de financiamento da Caixa Econômica e do Tesouro Federal, através do Ministério das Cidades, por meio do Programa PAC Mobilidade. Com os novos trens, chamados Veículos Leves Sobre Trilhos (VLTs), a intenção é que se tenha um transporte com mais qualidade, mais segurança e maior velocidade.

O governador informou que, na reunião com Miriam Belchior, também discutiu obras de infraestrutura de transportes (como o alargamento das ponte Wall Ferraz e da Santa Maria da Codipi) e investimentos provenientes do Ministério das Cidades e da Integração Nacional e Caixa Econômica, com contrapartida do Estado e recursos do Banco Mundial a fim de universalizar o abastecimento de água.

“Em 2016 teremos muito investimentos em Teresina, a partir de parcerias do Instituto das Águas e aplicação de recursos privados. Do outro lado, queremos investir em outros municípios por meio do Instituto da Águas, para garantir a qualidade da água, redução de perdas e eficiência no fornecimento”, destacou Wellington.

No Ministério dos Transportes, Dias tratou da autorização para o início das obras de alargamento das BRs 343 e 316, com o objetivo de melhorar o fluxo de trânsito na capital.

Wellington destacou o avanço na obra de construção do anel viário, que deve ser entregue em 2016 e a retomada das obras da BR 235 garantindo a conclusão dos trechos que passam pelos municípios de Caracol a Guaribas e Bom Jesus e de Monte Alegre para Santa Filomena.

“Tratamos ainda da construção da ponte sobre o rio Parnaíba, entre os municípios de Santa Filomena e Alto Parnaíba” acrescentou o gestor. Segundo Dias, para dar celeridade ao processo de construção da ponte, o Governo do Piauí deverá agilizar as licenças ambientais junto ao Governo do Maranhão. “São obras que geram emprego e renda à população, melhoram a qualidade de vida e promovem o desenvolvimento”, enfatizou Wellington.

About Willams Rocha

%d blogueiros gostam disto: