Wagner discorda e afirma que a oposição não tem a ”maior chapa da história”

Wagner na instalação do governo em Cachoeira, ontem.

Durante a solenidade que marcou a troca da sede do governo de Salvador para Cachoeira, nessa quarta-feira, o governador Jaques Wagner (PT) rechaçou o anúncio da oposição baiana de possuir a maior “chapa da história” na Bahia. O petista não mostrou preocupação com o fato e mostrou confiança no pleito que está por vir. Segundo matéria desta quinta-feira da Tribuna, o governador lembrou da sua eleição de 2006 e disse acreditar que a discrepância de tempo não atingirá a campanha de Rui Costa (PT) na corrida pelo Palácio de Ondina.

“As oposições se juntaram, mas encolheram. Lembro que em 2006, eu tinha cinco minutos e 20 segundos, enquanto eles tinham 8 minutos e 40 segundos. Rui terá 7 minutos e 40 segundos. Eles falam como se tivesse tirado de nós importantes aliados e que tivessem com toda a força. Estamos mais fortes. Você ganha uma eleição quando propõe um projeto mais eficiente. Estou vendo da chapa deles somente destilaria do ódio. A nossa chapa é mais competitiva e tem muito mais realizações do que o outro projeto em oito anos”, argumentou Wagner.

Paulo Souto (DEM) terá poucos segundos de distância ao petista. Além do PSDB, DEM, PSDB e PMDB, grandes agremiações, marcham com o democrata o PV, PPS, PTN, PROS, SDD, PHS, PRP, PSDC, PTdoB, PPL, PTC, PMN, PRB, PEN e PSC. (Victor Pinto, Tribuna)


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: