Violência contra o Idoso: Marcante e Silenciosa


Ricardo Quirino (PRB-DF)

A grande dificuldade que se enfrenta no combate à violência contra o idoso, reside no silêncio em que ela ocorre. A Lei 10.741, de 1º de outubro de 2003 – (Estatuto do Idoso), diz que é dever de todo cidadão, comunicar a autoridade competente qualquer tipo de violação à lei citada acima, que tenha testemunhado ou de que tenha conhecimento.

Aí reside a preocupação das redes de proteção à dignidade do idoso como pessoa humana, pois boa parte dessas violações ocorre no âmbito familiar, neste ponto, como o Estado terá conhecimento de tais situações?

O idoso não é apenas vítima de desrespeito em ambiente doméstico, isso acontece em diversos setores da sociedade, mas a presença de pessoas mais próximas a ele é um fator preponderante nesse quesito, que passa por pressão psicológica, exploração financeira e violência física.

A Secretaria do Idoso do Distrito Federal promove debates públicos para chamar atenção da população de que esta luta não é simplesmente uma responsabilidade estatal, mas um dever de todo cidadão dotado de Direito e razão, como preconiza a Declaração Universal de Direitos Humanos, em seu artigo 1º.

Dia 15 de junho, neste sábado, é o dia Mundial de Combate à violência contra o Idoso, denuncie, você pode estar salvando uma vida.

*Ricardo Quirino é o atual Secretário do Idoso do Governo do Distrito Federal pelo PRB.

Foto: Douglas Gomes


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: