Vigilante expõe obras feitas a partir de materiais encontrado em parque

Milton Soares, com as peças que compõe enquanto recolhe as matérias-primas: exposição de estreia na carreira (Edilson Rodrigues/CB/D.A Press)
Vigilante expõe obras feitas a partir de materiais encontrado em parque

Rafael Campos
Publicação: 24/06/2012 08:00 Atualização:


Milton Soares, com as peças que compõe enquanto recolhe as matérias-primas: exposição de estreia na carreira


Milton Soares, 48 anos, lembra bem quando, há 10, uma antiga patroa perguntou se ele daria conta de fazer um pedestal com alguns materiais velhos que ela tinha em casa. Como bom nordestino — nasceu em Mossoró, no Rio Grande do Norte —, ele disse que, mesmo não sabendo, iria fazer. Mas o que ele não sabia mesmo era que, naquele momento, um talento que jamais notou ter despertava: o de criar arte.

“Nunca me dei conta de que pudesse fazer isso. Hoje, é algo que vai surgindo na hora em que pego nos materiais”, conta. O artista plástico, entretanto, ainda não vive apenas das peças que produz com uma diversidade de itens reciclados. À noite, ele é vigilante do Parque Olhos D’Água, na Quadra 414 Norte. E foi lá que ele expôs seu trabalho pela primeira vez. Durante todo o dia de ontem, seus objetos de decoração passaram pelo crivo dos visitantes.

Confira mais notícias de Cidades

Assim, Milton viu seu local de trabalho se transformar em palco para suas criações. “Grande parte do que uso para fazer as peças é algo que as pessoas não querem mais. A base daquela mesinha ali achei no lixo”, diz, apontando para o pé de um instrumento musical — uma bateria —, que ganhara tampo e tinta, tornando-se arte. Assim, latinhas de refrigerante, ferros e pedras dispensadas em construções, espelhos de guarda-roupas antigos, tudo o que acha pode vir a se tornar uma obra do seu acervo

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: