VERGONHA – DIREITOS IGUAIS


Foto: O que nós deixa mais indignados com a atitude desta senhora é o fato de a AGEFIS sem nem um aviso ou notificação levou todas as nossas grades para o seu depósito e para liberar as nossas grades que já estavam na igreja a onze anos teremos que pagar uma multa no valor de R$1.300,00 reais tudo isso graças a covardia desta senhora, atual administradora da Estrutural.

VERGONHA – DIREITOS IGUAIS 

Carta de um morador vizinho da  Igreja para o Blog “A política  e o poder”

Pasmem moradores da cidade Estrutural a guerra se instalou nos meios eletrônicos (internet) contra a Administradora da Cidade Estrutural Sra. Maria do Socorro Torquato, não estamos aqui tomando partido nem deste ou daquele lado dos combatentes mas, a história merece ser esclarecida.


Foto: Parece que a lei só se aplica á igreja, porque todos os comércios na rua da igreja fazem uso da mesma área que queríamos usar tbm e ninguém foi molestado. Com a resposta a nossa ilustre administradora da Estrutural.

No último dia 14 de novembro a AGEFIS em uma de suas operações de desocupação de invasões irregulares acabou por derrubar as grades e portões da Igreja Assembleia de Deus da Estrutural, o que vem causando revolta e manifestações, por vezes indevidas, de membros daquela igreja e de seu líder religioso.

Foto: Recebemos esta senhora com toda a educação e honra que se deve as autoridades constituídas conforme nos ensina a palavra de Deus. Qdo houve um levante contra a administradora nós fizemos faixas de apoio a ela inclusive oramos por ela dentro do seu gabinete, sedemos a igreja para realizações de reuniões do orçamento participativo e agora recebemos o troco. Estamos orando e crendo que o nosso Deus vai fazer a devida justiça contra esta senhora. Mas também já estamos agindo e correndo atrás. Podem esperar.


Segundo consta a Administradora havia autorizado verbalmente que as grades da igreja avançassem sobre a calçada quase alcançando a rua o que obrigaria os transeuntes a transitarem pela rua, diga-se a maior avenida da Cidade.

Claramente buscando seus direitos e os direitos dos demais cidadãos de transitarem pelas calçadas denuncias foram feitas o que levou a ação rápida e eficaz da AGEFIZ.

Foto: Fomos humilhados e achincalhados pelos fiscais da AGEFIS que nós ameaçaram e mandaram a gente ligar para a Dima ou para o Obama que nem eles seriam capazes de impedi-los. No meio da discussão um dos fiscais disse claramente para quem quisesse ouvir que foi ordem direta da administradora Maria do Socorro Torquato.

Não sabemos se o que mais revolta alguns religiosos daquela denominação é o prejuízo financeiro, especula-se cerca de R$25.000,00 (vinte e cinco mil reais) ou, o brio do “homem” que viu um de seus intentos, mesmo irregular, jogado ao chão.

Foto: Após uma semana de trabalho conseguimos mudar e ampliar um pouco a nossa igreja.


Uma campanha multimídia, em um site de relacionamento, fora instalada em desfavor da Administradora e o governo do PT, vejamos:

“Triste é relatar aos amigos que menos de 24 horas após quase finalizarmos a nossa pequena obra a administradora da Estrutural mandou a AGEFIS derrubar tudo. O interessante é que a AGEFIS chegou e já foi derrubando tudo sem notificação ou aviso prévio. Uma arbitrariedade do poder público (governo do PT). 

Foto: Triste é relatar aos amigos que menos de 24 horas após quase finalizarmos a nossa pequena obra a administradora da Estrutural mandou a AGEFIS derrubar tudo. O interessante é que a AGEFIS chegou e já foi derrubando tudo sem notificação ou aviso prévio. Uma arbitrariedade do poder público (governo do PT).

Fomos humilhados e achincalhados pelos fiscais da AGEFIS que nós ameaçaram e mandaram a gente ligar para a Dilma ou para o Obama que nem eles seriam capazes de impedi-los. No meio da discussão um dos fiscais disse claramente para quem quisesse ouvir que foi ordem direta da administradora Maria do Socorro Torquato.

Parece que a lei só se aplica á igreja, porque todos os comércios na rua da igreja fazem uso da mesma área que queríamos usar tbm e ninguém foi molestado. Com a resposta a nossa ilustre administradora da Estrutural.

O que nós deixa mais indignados com a atitude desta senhora é o fato de a AGEFIS sem nem um aviso ou notificação levou todas as nossas grades para o seu depósito e para liberar as nossas grades que já estavam na igreja a onze anos teremos que pagar uma multa no valor de R$1.300,00 reais tudo isso graças a covardia desta senhora, atual administradora da Estrutural.

Recebemos esta senhora com toda a educação e honra que se deve as autoridades constituídas conforme nos ensina a palavra de Deus. Qdo houve um levante contra a administradora nós fizemos faixas de apoio a ela inclusive oramos por ela dentro do seu gabinete, sedemos a igreja para realizações de reuniões do orçamento participativo e agora recebemos o troco. Estamos orando e crendo que o nosso Deus vai fazer a devida justiça contra esta senhora. Mas também já estamos agindo e correndo atrás. Podem esperar.

do seu gabinete, sedemos a igreja para realizações de reuniões do orçamento participativo e agora recebemos o troco. Estamos orando e crendo que o nosso Deus vai fazer a devida justiça contra esta senhora. Mas também já estamos agindo e correndo atrás. Podem esperar.

O que mais impressiona nas colocações é que querem justificar um erro com outro erro, não é porque os bares e botecos estão usando a área publica de forma irregular que isso garantiria , também, a igreja o uso da mesma forma. Muito pelo contrário, a Igreja por ser uma instituição religiosa e que “determina” como deve ser a conduta de seus membros é quem deveria primeiramente dar o exemplo.

E mais, a colocação de que “Qdo houve um levante contra a administradora nós fizemos faixas de apoio a ela inclusive oramos por ela dentro do seu gabinete “ é, diga se de passagem bem infeliz. Pergunta-se ao Líder religioso Pastor Onaldo Fernades, autoridade naquela igreja.

Quer dizer pastor que o preço por suas orações era que a Administradora fizesse vistas grossa para sua invasão de área pública?

Não concordamos, comungamos ou apoiamos as atitudes da Administração da Estrutural mas, neste caso especificamente, a Administração merece o reconhecimento por sua agilidade pois evitou com essa derrubada que além das grades daquele templo o mesmo também tomasse a rua pois é o que aconteceria e com isso os transtornos financeiros e espirituais seriam ainda maiores.

Agora Sra. Maria do Socorro Torquato faça valer sua autoridade e fiscalize toda área comercial da Cidade Estrutural.

Veja mais no facebook do Pastor Onaldo da Igreja!!!

Fontes: http://www.facebook.com/home.php#!/onaldo.fernandesmonteiro?fref=ts

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: