Valesca Popozuda lança música contra homofobia e diz que fantasia com mulher

DE SÃO PAULO
A nova música de Valesca Popozuda deixa o funk um pouco de lado e investe no eletrônico para animar as pistas de dança.
“Sou Gay”, divulgada nesta sexta-feira, foi composta em homenagem ao público gay para a 16ª 16ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que vai acontecer em São Paulo no domingo (10).
O cantor David Alvarez, que inspirou o personagem Crô, de Marcelo Serrado, na novela “Fina estampa”, lê o texto do Projeto de Lei 122, que criminaliza a homofobia, no início da música.
Reprodução/Instagram/davidbraziloficial
David Alvarez, Valesca Popozuda e David Brasil
David Alvarez, Valesca Popozuda e David Brasil
A faixa, com o refrão “vem meu bem/não tem ninguém/apaga a luz relaxa e vem/suei, beijei, gostei, gozei/sou bi, sou free, sou tri, sou gay”, conta ainda com a participação do promoter David Brazil.
“A inspiração da música surgiu baseada nos assuntos e experiências de amigos gays em diversas baladas que eles participam. Criei a música porque os gays me acompanham e estão sempre comigo. Eles mereciam uma atenção especial”, afirmou Valesca em entrevista à Folha, por e-mail.
“Sou Gay” foi composta por Rubinho, Mag e Pardal, com palpites de Valesca. Questionada sobre o refrão, que fala sobre bissexualidade, a cantora confessou que fantasia com mulher.
“Olha acho que vou acabar sendo viu? rs… [sic] Mas uma das minhas fantasias é ficar com uma mulher”, disse.
A cantora, que afirmou que sempre que pode levanta a bandeira contra a homofobia, também contou que está promovendo uma seleção para contratar uma transexual para fazer parte de seu grupo, Gaiola das Popozudas.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: