Usuários de Crack Com vagas em hotéis, dependentes são removidos de barracos na Cracolândia


A prefeitura de São Paulo iniciou, na manhã desta quarta-feira, o processo definitivo de remoção dos barracos que tomaram conta da região da Cracolândia, no centro da capital. Por volta das 7h30, carros de limpeza começaram a remover a sujeira da alameda Dino Bueno, uma das mais ocupadas pelos dependentes químicos e moradores de rua.

A prefeitura enviou carros de limpeza e caminhões para transportar os entulhos do local.Foto: Thiago Tufano / Terra

A prefeitura, que já ofereceu vagas em hotéis e emprego para os usuários de crack, disponibilizou caminhões para a retirada dos barracos, que são desmontados pelos próprios moradores. Segundo o secretário de Segurança Urbana, Roberto Porto, cerca de 100 moradores das ruas da Cracolândia foram encaminhados para hotéis e a maioria deve começar a trabalhar a partir de amanhã, principalmente na área de zeladoria urbana, na limpeza de locais públicos. …

Para a líder comunitária Rita Rose, esse é o caminho correto para a recuperação dos dependentes químicos. “Eles (usuários) estão muito calmos e esperançosos. Alguns deles chegaram a chorar quando entraram nos hotéis. Muitos não acreditam, mas vai dar tudo certo. É um processo muito longo, mas todos estão colaborando muito. Eles encaram isso como uma oportunidade. A pessoa vai ter que caminhar devagar. Até chegar onde tem que chegar”, disse.

Morador da Cracolândia há quatro anos, Adeílton Adão ainda aguarda uma vaga em um dos hotéis da região. “Falaram que íamos ter que tirar os barracos da rua e agora estou esperando para ir para o hotel”, disse Adão, enquanto esperava alguma resposta em frente ao hotel.

Com duas malas nas mãos, ele reclama da demora por respostas. “Estou cadastrado desde a semana passada, mas ainda não deixaram a gente entrar no hotel. Acho que não vou conseguir me libertar do crack”, disse, resignado.

Fonte: Thiago Tufano – Portal Terra – 15/01/2014

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: