Uma virada de ano para lá de tranquila


Cerca de 80 mil pessoas foram à Esplanada e 10 mil à prainha para comemorar a chegada de 2014

Quem curtiu o Réveillon em Brasília não se decepcionou. A virada de ano na cidade foi tranquila, com milhares de agentes da Polícia Militar e do Detran espalhados. Na Esplanada dos Ministérios, entre as 80 mil pessoas que acompanharam os seis shows da festa, famílias com crianças e até idosos marcaram presença. Quando o relógio completou meia-noite, as variadas cores reluzentes da queima de fogos aumentaram o clima de esperança e alegria. Foram mais de 15 minutos de abraços, ligações e desejos de paz.

Na Prainha, outro espaço famoso pela comemoração da passagem de ano, não foi diferente. Os tambores, o colorido dos orixás e as oferendas à Iemanjá mostravam a fé e a vontade de um ano melhor. 

Com custos estimados em R$ 4 milhões, a festa da virada na Esplanada dos Ministérios foi repleta de atrações. Entre elas, o sertanejo Luan Santana, que arrancou suspiros da mulherada e ainda fez a contagem regressiva com o público. “Foi muito bom o show. Valeu a pena ter vindo e comemorado aqui essa passagem de ano”, disse a técnica de enfermagem Margen Sílvia Farias, 27 anos. Depois de ver o cantor em ação, ela correu para acompanhar de cima da Rodoviária o final da queima de fogos.

Depois do festival de cores no céu de Brasília, a primeira vencedora do programa The Voice Brasil, Ellen Oléria, junto com Cris Pereira, animou ainda mais a festa com uma roda de samba. Com duração de mais de seis horas, a comemoração na Esplanada só acabou depois que o grupo de pagode Sorriso Maroto subiu ao palco e tocou até 3h.

Amor
No meio de tanta gente e tantas atrações, até avôs e avós fizeram a festa com seus netos. “A gente saiu da Ceilândia só para que ela visse os fogos. E, apesar de estar caindo de sono, acho que ela aguenta”, disse o aposentado Walter Bomfim, 60 anos, que levou a pequena Ana Júlia, de 3 anos, para participar da festa na Esplanada. Ele e a esposa Lúcia Teixeira, 56 anos, passaram boa parte da comemoração enchendo a neta de beijos. E foi assim, com muito carinho, que a família revelou seu desejo para 2014: “Muita fé, amor e menos corrupção”.

Na Praça dos Orixás, a famosa Prainha de Brasília, pelo menos 10 mil pessoas foram fazer suas oferendas. O lugar estava tão cheio que muitos motoristas apelaram para os canteiros na hora de estacionar. Tudo para agradecer aos orixás mais uma virada. “Minha vela foi para Ogum, meu pai espiritual. E, com ela, estou pedindo a ele muita saúde, harmonia e realizações neste ano que se inicia”, confessou o professor Rivelino Carvalho, 39 anos.

Para deixar tudo como estava antes

Quem passou o Réveillon na Prainha, aprovou. “A festa está mais organizada, cada templo com seu espaço e a praça de alimentação também está bem completa. Por aqui, tudo indica que 2014 será um ano de muito amor e prosperidade”, afirmou Marceli Amaro, 22 anos,

Ao lado da jovem, entre o som dos tambores da Prainha, estava Cícera Severina, mãe Cícera, guia espiritual da estudante. “Com certeza esse ano tem mais gente do que no ano passado. E isso nos deixa muito feliz. Porque a Prainha é plural, não é só para quem acredita em umbanda e candomblé. A ideia aqui é união e fé”, explicou.

De acordo com os registros da Polícia Militar, tanto na Esplanada quanto na Prainha não houve ocorrência de crimes graves, apenas pequenos delitos.

Limpeza

Para deixar a Esplanada dos Ministérios limpa, um grupo de 400 servidores do Sistema de Limpeza Urbana do DF (SLU) reforçaram os trabalhos de recolhimento de lixo no local. O mutirão de limpeza também passou pela Prainha, Rodoviária do Plano Piloto, Setor Comercial Sul e Norte, Setor Bancário Sul e Norte, Setor de Clubes Sul e Norte, Parque da Cidade, Torre de TV, Concha Acústica, Orla do Lago e L4 Norte. Foram recolhidas 14 toneladas de lixo.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: