TRANSPORTE Rodoviários de duas empresas entram em greve por causa de salários atrasados

TRANSPORTE
Rodoviários de duas empresas entram em greve por causa de salários atrasados
Companhias atendem Santa Maria, Recanto, Samambaia, Gama e Planaltina; sindicato diz que está negociando

DÊNIO SIMÕES/GDF

Rodoviários da Riacho Grande e da Cooperativa de Transportes do Distrito Federal, (Cootarde) iniciaram na manhã desta terça-feira (15) uma paralisação por tempo indeterminado para cobrar o pagamento do salário. As duas empresas atendem passageiros das regiões Santa Maria, Recanto das Emas, Samambaia, Gama e Planaltina.

O DFtrans não soube informar quantas pessoas estão sem transporte e ainda não se pronunciou sobre o assunto. O órgão, que adminsitra o sistema de transporte no DF, informou que destinou ônibus da Viação Piracicabana para ateneder as regiões afetadas.

De acordo com o sindicato dos rodoviários, o pagamento dos salários deveria ter sido feito no dia 5. O sindicato diz que atrasos ocorrem todos os meses.

Segundo o sindicato, cerca de 60 rodoviários da Cootarde estão de braços cruzados em frente à garagem da cooperativa, que fica em Santa Maria Sul. A entidade diz estar negociando o pagamento dos salários atrasados com as empresas, mas elas alegam, segundo o sindicatp, estar sem dinheiro para fazer o depósito nas contas dos rodoviários.

Redação ALÔ Brasilia

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: