TRANSPORTE GDF atinge marca de 1.500 ônibus entregues


Com a troca da frota do Riacho Fundo II, neste final de semana, governo se aproxima do fim da renovação do transporte público

DÊNIO SIMÕES/GDF

Foram entregues, na manhã deste sábado (18), 86 ônibus pertencentes às empresas Urbi, São José, Marechal e Piracicabana, que circularão pelo Riacho Fundo II. Com essa entrega, o Distrito Federal atingiu a marca de 1,5 mil veículos novos em circulação em diversas regiões administrativas e se aproxima do fim do processo de renovação de toda a frota de coletivos.

“Ultrapassamos uma marca importantíssima de um modelo que será exemplo para todo o país. Já passamos da metade dos ônibus entregues e, até o final de fevereiro, queremos entregar os mil que faltam. Essa é uma mudança firme e corajosa do nosso governo para melhorar a vida do povo do Distrito Federal”, frisou o governador Agnelo Queiroz, acompanhado do vice governador, Tadeu Filippelli.

Em circulação a partir deste domingo (19), os novos veículos entregues beneficiarão moradores do Riacho Fundo I e II, Guará, Recanto das Emas e Plano Piloto. Agora, a Expresso São José passa a operar 41 coletivos, sendo 20 no Guará e 21 no Recanto das Emas.

A empresa Urbi, por sua vez, passa a rodar com 28 ônibus que serão distribuídos em 14 linhas no Riacho Fundo I e II. Já a Marechal passará a circular com sete coletivos no Guará e a Piracicabana contará com 10 veículos que farão o trajeto de duas linhas e atenderão o Plano Piloto.

Moradora do Riacho Fundo, a dona de casa Leisiana dos Santos, 23 anos, utiliza diariamente o transporte público para se deslocar até o Plano Piloto onde a filha faz tratamento médico no Hospital Universitário de Brasília (HUB). Em sua opinião, utilizar ônibus no DF “não será mais um sofrimento”.

“Saio com uma criança de colo todos os dias para levá-la ao hospital e na maioria das vezes os ônibus quebram ou não passam. Agora, não chegarei mais atrasada nem enfrentarei tanta dificuldade”, contou a dona de casa.

Já o pedreiro Neto Ferreira, 22 anos, aponta a comodidade como um dos principais benefícios proporcionados pelos ônibus novos: “saio para trabalhar todos os dias às 6h e os ônibus demoram a passar. Quando passam, estão sujos, quebrados e isso revolta muito o povo. Acredito que agora as coisas vão melhorar”, opinou.

Agência Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: