TelexFREE: Receita multa empresa em R$ 71 milhões e Carlos Costa comemora; Entenda o motivo


TelexFREE: Receita multa empresa em R$ 71 milhões e Carlos Costa comemora; Entenda o motivo

Em mais um informativo da empresa Ympactus, o Diretor de Marketing, Carlos Costa, veio a público com provas evidentes de que a empresa atua de forma lícita, colocando o governo do Acre, através do Ministério Público do Acre (MP/AC), novamente na berlinda.

O Diretor iniciou o vídeo afirmando que gostaria que ficasse registrado que a empresa vem desde dezembro lutando para devolver o dinheiro dos Divulgadores que não tiveram retorno de seus investimentos.

Costa protestou ainda o fato de que agora o MP/AC está tentando protelar a decisão acerca do processo. “Primeiro nos acusaram de pirâmide financeira e agora, que nunca vão conseguir provar, estão querendo nos enquadrar como lavagem de dinheiro. Aí que não vão provar mesmo”, afirmou Costa.

“Por falar em números, eu tenho aqui em minhas mãos um Demonstrativo Consolidado de Crédito Tributário do processo, emitido pela Receita Federal do Brasil (RFB). Vejam bem pessoal, depois de 9 (nove) longos meses, com mais de 13 pedidos de documentos, a Receita Federal chegou ao seu veredito final. E porque eu estou contente com isso. Como todos sabem, a Receita foi o único órgão que, até hoje, examinou os nossos números, e não encontrou nenhum tipo de irregularidade quanto a práticas ilícitas ou suspeitas de fraude”, questionou Carlos Costa.

Apesar da multa de 75%, o Diretor afirmou que está feliz, porque se trata de uma prova emitida pela Receita Federal, simplesmente porque o formato da empresa deveria ter mudado de Pequena Empresa há muito tempo. O total da multa paga foi de 71 milhões de reais.

“Aqui eu quero mostrar para vocês que nós já pagamos a multa. Pagamos com o que nós tínhamos de crédito, junto à Receita Federal, e ainda temos muito mais. O bom da história foi que a Receita não nos enquadrou numa multa de 175%, que ocorreria se tivessem encontrado qualquer ilicitude ou fraude por parte da empresa”, afirmou Costa.

A empolgação de Costa fundamenta-se em base sólidas, pois trata-se de um documento oficial do maior órgão de fiscalização e controle financeiro do país. “Se a receita federal do nosso país, não encontrou ilicitude, fraude, ou nada errado… estamos mais uma vez corretíssimos com nossas informações. Isso é uma informação valiosíssima. Agora eu te pergunto, se a Receita Federal não encontrou nenhuma ilicitude contra a empresa, como é que uma empresa privada (que deverá ser contratada pelo governo do Acre ao custo de aproximadamente 2 milhões de reais) vai encontrar algo em apenas 20 dias”.

Costa fez mais um apelo ao MP/AC, para que não percam mais tempo com esse processo.

“Hoje, saiba mais uma vez Divulgador, que você trabalha numa empresa honesta. A empresa quer devolver o dinheiro dos Divulgadores, mas não nos deixam. Por favor, vamos por um ponto final nisso tudo”, apelou Costa.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: