TelexFree entra com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos


TelexFree entra com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos
A empresa se baseou no capítulo 11 do Código de Falências americano e afirma que fará uma reestruturação de seus negócios

A TelexFree americana anunciou que algumas de suas subsidiárias e afiliadas entraram com pedido de recuperação judicial, amparadas pelo capítulo 11 do Código de Falências dos Estados Unidos. O objetivo é resolver alguns problemas operacionais da empresa.

As petições foram apresentadas à Corte de Falências do estado de Nevada. De acordo com a imprensa americana, a TelexFree espera ter dinheiro em caixa para reorganizar o negócio e continuar atuando no mercado. A companhia afirmou que revisará a estrutura de suas operações, incluindo as operações de marketing multinível e os preços. A empresa ainda afirma que garantirá que todos os seus programas estejam dentro da lei e que lançará novos serviços, incluindo um aplicativo da TelexFree e um TelexMobile.


“Nós antecipamos nossas operações globais para continuar oferecendo aos nossos clientes produtos e serviços de qualidade. Nós decidimos dar esse passo por que acreditamos em um plano de reestruturação e nas nossas equipes”, disse Stuart MacMillan, CEO da TelexFREE, em release divulgado pela Agência PR Newswire.



A consultoria Alvarez & Marsal North America foi a empresa escolhida para acompanhar a reestruturação da TelexFree.

Recuperação judicial no Brasil

Em 2013, a Ympactus Comercial S/A, que representa a TelexFree no Brasil, teve o pedido de recuperação judicial negado por duas vezes. O primeiro pedido foi feito ao Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES), em setembro do ano passado.

Após ter sido negado, a empresa recorreu da decisão, sem sucesso. De acordo com a companhia, o pedido foi feito visando “proteger seus divulgadores e a empresa no Brasil”.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: