Sula Miranda diz que não busca mídia com política Rainha dos Caminhoneiros está no PRB e pode se candidatar na Eleição 2014

Mário Henrique de Oliveira

Sem esconder seu carinho pelos caminhoneiros, categoria que a considerou “Rainha” durante sua carreira de cantora sertaneja, Sula Miranda concilia desde abril deste ano entres suas atividades a de Coordenadora Nacional dos Transportes do PRB (Partido Republicano Brasileiro), legenda de Celso Russomanno.

“Política para mim não é para aparecer mais na mídia, para me festejarem mais. Graças a Deus já tive tudo isso”, disse a cantora. “O que me trouxe para esse projeto foi poder pensar o que realmente de bom eu fiz pelas pessoas, além é claro do entretenimento. Quero completar 90 anos de vida e poder saber que fiz algo relevante pelo povo”.

Convidada para entrar na sigla pelo bispo e presidente do PRB, Marcos Pereira, Sula Miranda disse que já é filiada ao partido há três anos, mas que sua ação antes era mais tímida, “porque assim como a maioria dos brasileiros via a política com um pouco de desconfiança”, que, segundo ela, desapareceu ao ver a luta das integrantes do PRB Mulher.

“Foi por aí que entrei no partido e vi que na luta delas pelos seus direitos, seja por moradia, educação ou outra coisa, sempre esbarravam na política. Então era necessário entrar para poder buscar seus objetivos”, explicou Sula.

De olho em 2014

Sobre o futuro, a cantora preferiu não cravar sua presença como candidata a deputada estadual ou federal nas Eleições de 2014, afirmando que ainda tem um ano pela frente para pensar. “Minha prioridade é saber se vou poder fazer alguma coisa de concreto. Se ver que consigo, me candidato, mas se ver que o meu trabalho na coordenadoria está trazendo resultados, já fico feliz. Esse trabalho vai funcionar como meu termômetro”.

Mas ela lembra: “amo os caminhoneiros, mas hoje tenho que ver mais. O país vive um momento de grande consciência, com as manifestações, as lutas pelos seus direitos, e eu também faço parte dele. Quero fazer a diferença”.

Trabalho no PRB

Sobre a pasta que comanda hoje no partido, Sula disse que o convite surgiu por acaso, e também pelo seu carinho pelos caminhoneiros. “Todo mundo sabe que os caminhoneiros são meu xodó. Mesmo antes da política, sempre que eu podia fazer alguma coisa por eles, campanha, eu fazia. Então pedi para o Marcos [Pereira] para fazer alguma coisa mais efetiva pela categoria. Ele falou que não podia fazer uma pasta apenas com caminhoneiros, então me chamou para comandar os transportes”, lembra a cantora.

Sula disse que no começo o trabalho assustou um pouco “por ser algo muito grande, que envolve cinco modais diferentes”, mas ressaltou que vem se preparando e se cercando de gente competente no assunto para poder levar propostas de melhoria aos órgãos competentes. Entre as ações, ela destacou os Fóruns de discussão popular que pretende fazer rodar pelo país, detectando quais são os problemas locais e a criação de coordenadorias regionais sobre o assunto.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: