Setor Noroeste: Acendam as luzes

Setor Noroeste: Acendam as luzes
O combinado era a Terracap entregar a etapa inicial de infraestrutura do Noroeste junto com o primeiro habite-se emitido no bairro, em dezembro de 2012

Phillippi: os recursos para sanar a escuridão do Noroeste foram para o Mané Garrincha (Foto: Michael Melo)…

Mas até hoje os 3 000 atuais moradores do endereço nobre, vendido a 14 000 reais o metro quadrado, padecem com a falta de compromisso do governo. “Não há iluminação pública em várias quadras, o asfalto está cheio de buracos, a sinalização inexiste e a rede de abastecimento de água é precária”, denuncia o presidente da Associação de Moradores do Noroeste, José Phillippi. Em 27 de dezembro do ano passado, o Diário Oficial do DF registrou operação financeira na qual o GDF remanejou 140 milhões de reais previstos para a infraestrutura no Noroeste. Segundo o documento, o montante pagaria novas despesas no Estádio Mané Garrincha. A Terracap justificou aos moradores que outro aporte até mais generoso foi feito para compensar a retirada. “Por que esse dinheiro não foi usado no exercício de 2013? Se não é problema de verba, falta o quê, então?”, questiona Phillippi.


Fonte: LILIAN TAHAN – Nas Asas do Planalto – 02/03/2014 – – 00:19:29

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: