Servidores da carreira socioeducativa entrarão em greve


Servidores da carreira socioeducativa entrarão em greve

Os servidores da carreira socioeducativa, responsável pelas unidades de internação para menores infratores, acabam de deliberar, em assembleia realizada em frente à Câmara Legislativa, que vão entrar em greve a partir desta quarta-feira (30), às 7h.

Os profissionais haviam acampado na Casa na última quarta-feira, pedindo que os deputados votassem o projeto que criaria uma carreira específica para eles e os separaria das demais que compõem a assistência social.

O grupo deixou a galeria do Plenário, na quinta-feira da semana passada, depois que o presidente da Casa Wasny de Roure (PT) anunciou que ontem haveria uma reunião para tratar a questão e analisar emendas que foram inseridas no projeto. O acordo previa ainda que a votação ocorreria na sessão de hoje, mas não foi cumprido.

Os trabalhadores reclamam que sem a criação do novo quadro não é possível implantar no Distrito Federal, por exemplo, o Sistema Nacional Socioeducativo (Sinase), que envolve medidas para jovens que cumprem medidas socioeducativas. Eles afirmam ainda que não haverá para o governo aumento nos gastos com servidores.

Guerra Política

O projeto vive um impasse por parte dos próprios deputados. Parte é contra a votação do Projeto de Lei e quer que ele seja devolvido ao Buriti, autor da proposta, para que outras carreiras sejam contempladas. Outro problema está entre os sindicatos interessados na questão, que, entre outros pontos não querem perder sindicalizados, nem a oportunidade de aproveitar o “bonde” reivindicar melhorias salarias.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: