Sem policiamento, São Sebastião pede por mais segurança


Sem policiamento, São Sebastião pede por mais segurança População reclama de postos policiais abandonados e falta de patrulhamento

Estela Monteiro
A população de São Sebastião reclama frequetemente da falta de segurança e patrulhamento da polícia na cidade. As queixas são tantas que moradores criaram um grupo fechado no Facebook para discutir o assunto. Entre as queixas, estão reclamações à respeito dos três postos policiais da cidade que estão sempre fechados.

 
Na última sexta-feira (31), uma loja localizada em frente a um dos postos, na Rua 44 A, foi assaltada por dois bandidos armados. A vendedora Uelma Cardozo, 26 anos, conta que a ação dos marginais durou cerca de três minutos. “Eles levaram dinheiro do caixa e das clientes e também celulares. O assalto aconteceu na hora do almoço”, afirma. Os assaltantes fugiram de bicicleta. Uelma contou que acionou a polícia mas, cerca de uma hora depois, ninguém tinha aparecido.


O posto policial que fica em frente a loja estava trancado com corrente e cadeado no momento do assalto.

Comerciantes da área reclamam que o posto em questão está sempre fechado e as ocorrências são frequentes. “Aqui tem assalto direto, à luz do dia. Sem contar os marginais que ficam usando drogas na praça. Eles ficam reunidos quase ao lado do posto, fumando maconha. Às vezes tem uma dupla de policiais à noite, mas não ficam nem meia hora. Eles aparecem a hora que querem”, conta um lojista que não quis se identificar.

Na quadra 305, onde funciona outro posto, os moradores e comerciantes também relatam a mesma situação. “A coisa mais rara que tem é ver policial aí nesse posto. E quando tem, eles não podem fazer nada, porque nem viatura trazem. Se acontece um assalto, um assassinato, não é possível nem saírem. Eles falam que não podem deixar o posto sozinho”, conta o vigilante José Claudino Ferreira, 53 anos.

De acordo com os moradores da região, os postos foram entregues ainda no governo de José Roberto Arruda e funcionavam normalmente até meados de abril do ano passado. A partir deste período, os policias começaram a aparecer cada vez menos. Além disso, a população diz não existir um patrulhamento eficaz na área. “A gente não vê ronda policial aqui. Na verdade, só vemos polícia em São Sebastião quando acontece algum assassinato”, afirma José Claudino.

Segundo a Polícia Militar do DF, os postos de São Sebastião funcionam normalmente. O motivo dos postos estarem vazios em alguns períodos do dia seria porque os agentes estariam atendendo ocorrências ou patrulhando a área.


Postos policiais vazio em São Sebastião


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: