Secretaria de Esporte apoiando o esporte de aventura o DF – Largada do Brasília Multisport – Desafio no Cerrado –

 Foto: Secretaria de Esporte apoiando o esporte de aventura o DF - Largada do Brasília Multisport - Desafio no Cerrado - evento com provas de corrida de trilha, canoagem e mountain bike.
Secretaria de Esporte apoiando o esporte de aventura o DF – Largada do Brasília Multisport – Desafio no Cerrado – evento com provas de corrida de trilha, canoagem e mountain bike.
Foto: Na manhã deste sábado (21), cento e cinquenta pares de tênis foram doados para jovens corredores de quatro institutos de atletismo do DF. A ação foi realizada pela organização da 1ª Corrida Verde de Brasília, apoiada pela Secretaria de Esporte. As instituições contempladas foram: Caso Atletismo, de Sobradinho; CE3, de Ceilândia; Corgama e Instituto Carmem de Oliveira. O secretário de Esporte, Célio René e o adjunto, Julio Ribeiro, participaram da entrega dos tênis para os alunos.
 Na manhã deste sábado (21)
 Na manhã deste sábado (21), cento e cinquenta pares de tênis foram doados para jovens corredores de quatro institutos de atletismo do DF. A ação foi realizada pela organização da 1ª Corrida Verde de Brasília, apoiada pela Secretaria de Esporte. As instituições contempladas foram: Caso Atletismo, de Sobradinho; CE3, de Ceilândia; Corgama e Instituto Carmem de Oliveira. O secretário de Esporte, Célio René e o adjunto, Julio Ribeiro, participaram da entrega dos tênis para os alunos.
 Foto: O DF é o primeiro colocado no ranking nacional em transplantes de coração e o segundo no transplante de córneas. E para agilizar ainda mais o transplante de órgãos, o parente de paciente com morte cerebral já pode utilizar a Autorização Digital para realizar a doação. O formulário pode ser preenchido e enviado via internet, a qualquer momento.   A medida deve facilitar os procedimentos e ampliar o aproveitamento de órgãos desses pacientes. Até então, o formulário precisava ser retirado na Central de Transplantes da Secretaria de Saúde.  No primeiro trimestre, 60 pessoas com morte cerebral foram consideradas potenciais doadoras, mas apenas 14 puderam doar os órgãos. Em alguns casos, há dificuldades em localizar a família à tempo para autorizar a doação.
 O DF é o primeiro colocado no ranking nacional em transplantes de coração e o segundo no transplante de córneas. E para agilizar ainda mais o transplante de órgãos, o parente de paciente com morte cerebral já pode utilizar a Autorização Digital para realizar a doação. O formulário pode ser preenchido e enviado via internet, a qualquer momento.

A medida deve facilitar os procedimentos e ampliar o aproveitamento de órgãos desses pacientes. Até então, o formulário precisava ser retirado na Central de Transplantes da Secretaria de Saúde.

No primeiro trimestre, 60 pessoas com morte cerebral foram consideradas potenciais doadoras, mas apenas 14 puderam doar os órgãos. Em alguns casos, há dificuldades em localizar a família à tempo para autorizar a doação.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: