Schumacher saiu da pista na estação de esqui de Méribel para ajudar criança, diz jornal alemão

Schumacher tentou ajudar criança, diz jornal


De acordo com o diário germânico ‘Bild’, Michael Schumacher saiu da pista na estação de esqui de Méribel, em Saboia, para ajudar uma criança. Heptacampeão da F1 está em coma induzido desde o último domingo

Michael Schumacher segue em condição estável, porém crítica no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, na França. O heptacampeão da F1 está em coma induzido desde o último domingo, quando sofreu um grave acidente na pista de esqui de Méribel, em Saboia, que fica a pouco mais de 100 km de onde o ex-piloto está internado.

No último fim de semana, Schumacher saiu para esquiar acompanhado pelo filho Mick, de 14 anos, e um grupo de amigos, mas, rodando fora de pista, escorregou, caiu e bateu com a cabeça em uma rocha, sofrendo traumatismo craniano. Desde então, Michael já foi submetido a duas cirurgias para que os médicos pudessem reduzir sua pressão intracraniana e remover hematomas.

Jornal afirma que Schumacher saiu da pista para ajudar criança (Foto: Mercedes)
Pouco após o acidente, a imprensa apontava a velocidade e a busca de Schumacher por emoção como as causas do acidente, mas Sabine Kehm, assessora de imprensa do germânico, negou que ele estivesse esquiando muito rápido e afirmou que o acidente, que classificou como azar extremo, aconteceu pouco após ele ajudar um amigo.

Nesta quinta-feira (2), o diário alemão ‘Bild’ afirma que Schumacher saiu da pista para ajudar uma criança. De acordo com a publicação, Michael foi esquiar com os amigos na montanha Saulire e estava atrás de um grupo de crianças.

Segundo o ‘Bild’, a filha de um de seus amigos caiu na montanha e Schumacher saiu da pista demarcada para ajudá-la, rodando cerca de 20 metros na neve fofa entre as pistas de Biche e Mauduit.

Pela reconstituição feita pelo jornal, o acidente de Schumacher aconteceu entre 10h50 e 11h no horário local (7h50 e 8h de Brasília), quando ele rodava à frente do grupo, mas não em alta velocidade.

Neste ponto, Schumacher não viu uma das pedras – que estava encoberta pela neve – e perdeu o controle, sofrendo uma forte queda. Michael bateu o lado direito da cabeça nas pedras.

Na sequência, seus amigos acionam as equipes de resgate, que chegam ao ex-piloto em cerca de 4 minutos. Schumacher estava consciente, mas confuso. Michael tinha um sangramento na têmpora direita, com a ferida se estendendo até a parte de trás da cabeça.

Os socorristas acionam um helicóptero para removê-lo ao hospital em Moûtiers e cercam o perímetro cruzando esquis para evitar a aproximação de outros esquiadores.

Pela cronologia do ‘Bild’, o helicóptero tirou Schumacher da estação às 11h30 pelo horário francês (8h30 de Brasília) e o levou para Moûtiers, onde o colocaram em respiração mecânica antes da transferência para o Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, onde ele já chegou em coma e passou por uma cirurgia de urgência.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: