Sada Cruzeiro faz jogo impecável e atropela rival Sesi-SP fora de casa


Equipe cruzeirense fez um dos seus melhores jogos na temporada e não deu a menor chance para o forte time paulista

Sada de uma verdadeira aula de volei no ginásio da Vila Leopoldina

A previsão era de um jogo duro, equilibrado. Afinal, estavam em quadra dois dos únicos três invictos na Superliga masculina de vôlei (o outro é o RJ Vôlei-RJ) e os maiores investimentos do país. Sesi-SP e Sada Cruzeiro confirmaram as expectativas de um grande jogo, ilustrado por personagens de alto nível como Wallace, William e Éder, pelo lado cruzeirense, e Lucarelli, Serginho e Lucão, pelo lado paulistano.

Mas, na noite desta quarta-feira, no ginásio da Vila Lepoldina, o Sada deu mostras de suas pretensões para a temporada. Depois do título mundial, o grupo parece estar com fome do segundo título brasileiro.

Mesmo fora de casa, o time de Belo Horizonte manteve o já costumeiro volume de jogo, não sentiu a pressão por atuar longe de seus domínios e mostrou que veio com tudo para esta temporada com uma lúcida vitória por 3 a 0 (21/14, 21/16 e 21/14). O central Éder foi eleito o melhor jogador em quadra. O oposto Wallace, do Sada, foi o maior pontuador, com 18 anotações. “Estamos de parabéns pelo trabalho. Não foi fácil como muitos podem pensar. É preciso muita concentração para manter esse nível de apresentação”, comenta o jogador.

O jogo em apenas três sets teve influencia direta dos dois lados. Os donos da casa não se encontraram e erraram muito, principalmente na parte defensiva. O passe chegava, constantemente, com dificuldades nas mãos do levantador Sandro e os atacantes tiveram que se virar com bolas fora da rede. O bloqueio pouco funcionou. O primeiro ponto neste fundamento apareceu somente no começo do terceiro set.

Na parte ofensiva, Lucão era logo acionado quando o passe chegava bem. O técnico Marcos Pacheco usou muitos pedidos de tempo para tentar diminuir o prejuízo,mas o efeito foi longe do esperado.

Pelo Sada, muitos saques forçados, que destruíram o lado adversário do começo ao fim. Wallace e Leal estiveram impecáveis neste fundamento. O último ponto do segundo set, com uma bomba explodindo no peito de Lucão, exemplificou bem a dificuldade imposta aos paulistanos.

O passe azul trabalhou bem e William teve, apenas, o trabalho de escolher a opção. Wallace, novamente, de um show com saques e variações ofensivas. Com um jogo consistente e equilibrado, sem altos e baixos, a equipe cruzeirense encaminhou bem a vitória dentro da casa do rival. A ausência do central Sidão, pela equipe paulistana, deixou a tarefa de marcar Leal e cia ainda mais complicada. Poucas foram as vezes em que a parte ofensiva do Sada encontrou resistência adversária.

Depois de um primeiro set arrasador, o Sesi-SP diminuiu os erros no segundo, mas o Sada continou impiedoso, aproveitando bem os contra-ataques, sem deixar o ritmo cair. No último set, o Sesi-SP tentou buscar a reação a todo custo, mas o Sada manteve o padrão lá em cima. Com uma exibição de gala, não houve time recheado de craques que parasse o atual campeão do mundo, que segue à toda, com oito vitórias em oito jogos.

Na próxima rodada, o Sada enfrenta o Moda-Maringá-PR, no sábado, fora de casa.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: