Roriz e Gim unem forças com Arruda


Roriz e Gim unem forças com Arruda

Ex-governadores fecham chapa e procuram PSDB, DEM e PPS para formar uma frente contra petistas

Eduardo Brito

Martelo batido. Reunião feita ontem à tarde na casa do ex-governador Joaquim Roriz, no Park Way, fechou de vez chapa para concorrer às eleições deste ano. Terá o também ex-governador José Roberto Arruda como candidato ao Buriti e a deputada Liliane Roriz como vice. O candidato a senador será Gim Argello, que concorrerá à reeleição.

A chapa já havia sido desenhada há um mês, em encontro semelhante patrocinado pelo governador de Goiás, o tucano Marconi Perillo. Na reunião de ontem, após uma avaliação do balanço de forças políticas no Distrito Federal, foi sacramentada.

Novos partidos no jogo

A chapa pode contar, de imediato, com o PR, hoje controlado por Arruda, e o PTB de Gim, além do PRTB, de Joaquim e Liliane Roriz. O presidente do PRTB, o ex-senador Luiz Estevão, também estava na reunião, assim como o presidente e o vice do PR brasiliense, Salvador Bispo e Antônio Gomes.

Os participantes da reunião consideram que seu grupo tem força política e eleitoral para ganhar a eleição, elegendo tanto o governador quanto o senador. Pretendem porém ampliar o arco de alianças.

Seu objetivo imediato é coligar-se com PSDB, DEM e PPS. Os presidentes regionais dos três partidos também têm se encontrado — e falado em candidatura própria. Os participantes da reunião de ontem pretendem procurá-los, para que ingressem em uma frente única contra o atual governo.

Avaliação feita ontem pelos participantes constatou que os três partidos contam com considerável tempo de rádio e televisão, mas Roriz e Arruda é que realmente têm voto. A possibilidade de surgirem dois palanques traduzindo correntes políticas muito próximas apressou, inclusive, a ratificação da chapa Arruda-Liliane-Gim.

Aliados potenciais

Além desses seis partidos, os participantes da reunião concordaram em procurar outros, considerados aliados potenciais. Entre eles está o PP do ex-vice Paulo Octávio, que participou de sucessivas coligações com o mesmo time.

Entre os alvos também está o PSD do ex-governador Rogério Rosso. O próprio Rosso iniciou sua vida política no governo Roriz e participou da administração de Arruda. Estiveram na reunião, ainda, o ex-senador Adelmir Santana, do PR, e a deputada Jaqueline Roriz, do PMN.

Com a formalização do acordo, Roriz, Arruda e Gim pretenderam também sinalizar que efetivamente caminharão juntos e que a necessidade de união do grupo está mais do que reconhecida — e, em especial, que não há dúvidas sobre isso.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: