Rodrigo Abreu prefeito da quadra 04 do setor leste da cidade Estrutural.

Ana Jara:  O que você acha da educação na cidade Estrutural?
Rodrigo
A educação da cidade Estrutural há uma grande ineficiência do poder público do DF,porém a nossa comunidade têm muito o que evoluir nesse direito de fundamental de cidadão que se encontra nessa mazela.
Qual são as dificuldades que você vê  na  educação?

-Porque para se desenvolver uma comunidade carente é preciso antes de tudo o Estado agir de forma eficiente na questão de implantar uma educação de qualidade com toda estrutura que o cidadão de baixa renda necessita.
Quais são as dificuldades que você vê dentro da comunidade na parte da educação?
-As dificuldades são não estruturar as escolas que foram implantadas de forma com o que as crianças se sintam que aquele ambiente é o lugar que vai levar elas até um caminho que vai garantir o seu futuro.Acrescentando também que o professor,é fundamental,é a base da educação e precisa ser respeitado com salários dignos,e,com cargas horárias menos de 8 horas para que não venha se estressar,para ter a melhor qualidade da educação.
Então você acha que não é necessário serem construídas mais escolas,já que possui 5?
-Não.
Por que?
-Como já havia falado,sabemos que as escolas hoje tem uma grande demanda de alunos por causa da implantação de políticas públicas que foram feitas de forma que o Estado não teve compromisso em dar conta do problema do crescimento da comunidade.Todos na comunidade sabem que há apenas 8 mil famílias,se dessas 8 mil famílias fossem as verdadeiras pessoas que ficassem na cidade,nós não teríamos esse problema na educação.
E quanto aos alunos de ensino médio?
-É fácil,se olharmos bem para o CEF 01 da Estrutural,dá sim para ser implantado o EJA.Geralmente o primeiro andar da escola na parte noturna é vazio.Concentrando todos o níveis do EJA nessa única escola,fazendo com o que as outras escolas,venham implantar o ensino médio,já que as outras não funcionam no período noturno,com exceção do CEF do 02.
Você está se referindo ao período noturno,e durante o dia?
-Como o falado acima,a cidade cresceu desordenadamente,a demanda de pessoas tem aumentado e o Estado não apresentou nenhuma solução para que venha evitar esse transtorno,de grande demanda de estudantes na cidade.É preciso que o governo tome pulso e regularize as 8 mil famílias,que assim este problema será solucionado.Por isso enfatizo que o o governo tem que abrir o diálogo com  a comunidade e debater o problema que afeta a educação em geral na comunidade.
Recentemente,a escola classe 01 foi interditada pela Defesa Civil,por riscos de explosão.O que você tem a dizer sobre isso?
Está bem claro que o gás metano que resulta do chorume que sai do lixo fez com o que evaporasse nesta localidade,que é outra forma de se ver que o GDF não teve uma política pública em relação ao problema do segundo maior lixão da América Latina a céu aberto,que vem se alastrando há anos e hoje sentimos esse efeito que deveria ser combatido para não ter esse risco,não só afetando a educação ,como toda a comunidade.
A escola foi construída em cima de um depósito gigantesco de lixo.Quais seriam as outras conseqüências,além do risco de explosão?
-Além de explosão,poderá também ter riscos de contaminação na saúde da comunidade.
Mais algo a acrescentar?
-Sim.A comunidade hoje precisa que seja implantada uma escola técnica federal também implantando creches,e escola integral,com toda estrutura de alimentação para evitar a marginalidade dos mesmos que freqüentam a escola,para não se bandear para o caminho errado. E fico agradecido,pela oportunidade de expressar as minhas opiniões.
         Rodrigo Abreu é filiado o PDT

Veja o Blog

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: