Republicanos participam de protesto contra o uso de símbolos religiosos na parada LGBT

Republicanos participam de protesto contra o uso de símbolos religiosos na parada LGBTPRB (B) 2015_06_10-5487

Os deputados Carlos Gomes (PRB/RS), Roberto Alves (PRB/SP) e Vinicius Carvalho (PRB/SP) apresentaram requerimento para convocar o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República a esclarecer o patrocínio da Administração Pública Federal à 19ª Parada do Orgulho LGBT, realizada no último dia 7, na cidade de São Paulo. A iniciativa recebeu o apoio dos deputados Alan Rick (AC), Antonio Bulhões, Márcio Marinho (BA), Ronaldo Martins (CE), Roberto Sales (SP), Tia Eron (BA) e Rosangela Gomes (RJ).

Os parlamentares republicanos também participaram de protesto, no plenário da Câmara, nesta quarta (10), e declararam apoio à nota de repúdio apresentada pelo coordenador da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO). “Os ativistas do movimento LGBT cometeram crime de profanação contra símbolo religioso, ferindo a todos os cristãos ao usarem uma pessoa pregada na cruz, utilizando símbolos do cristianismo de forma escandalosa, zombando e ridicularizando o sacrifício de Jesus”, diz a nota de repúdio lida na tribuna.

O republicano Alan Rick (AC), presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família,  juntamente com o deputado Givaldo Carimbão (PROS/AL), da Frente Parlamentar Católica, assinaram a nota de repúdio contra os ataques aos símbolos cristãos.

Os demais parlamentares republicanos fizeram coro aos pedidos de “Respeitem a nossa fé” e apoiaram o requerimento do PRB de convocação do ministro Edinho Silva. “Matérias e fotos divulgadas pela imprensa levam a crer que o referido evento foi patrocinado por órgãos da Administração Pública federal, e não podemos admitir que o orçamento público seja utilizado para financiar movimentos que fazem apologia ao crime”, argumenta Vinicius Carvalho.

Os deputados argumentaram que o ato representa a união de todos os cristãos contra o uso de símbolos religiosos em atos obscenos.

Saiba mais

O deputado Rogério Rosso (PSD/DF) apresentou o Projeto de Lei 1804/20115 para tornar a intolerância religiosa crime hediondo, com pena de até 8 anos.

Por Mônica Donato (Ascom Liderança do PRB)
Foto: Douglas Gomes 

About Germano Guedes

Olá Pessoal, Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”. Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas. Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade. Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural. Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire. Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações. No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade. Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.
%d blogueiros gostam disto: