Relator da CPI do Cachoeira: não há indícios para chamar Russomanno

Relator da CPI do Cachoeira: não há indícios para chamar Russomanno
 

Candidato à prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (PRB) é citado em gravações da Operação Monte Carlo, segundo o jornal Correio Braziliense. Foto: Adriano Lima/Terra
Candidato à prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (PRB) é citado em gravações da Operação Monte Carlo, segundo o jornal Correio Braziliense
Foto: Adriano Lima/Terra
 
Para o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira, o deputado federal Odair Cunha (PT-MG), ainda não há indícios suficientes para que o candidato à prefeitura de São Paulo Celso Russomanno (PRB) seja convocado a depor na comissão. Veja o cenário eleitoral nas capitais
Veja os salários dos prefeitos e vereadores das capitaisSegundo reportagem do jornal Correio Braziliense, o candidato é citado por um dos investigados do esquema do bicheiro Carlos Cachoeira em uma discussão sobre o envio de dinheiro ao exterior. De acordo com as denúncias, o grupo de suspeitos teria procurado um contato em São Paulo para fazer a remessa do dinheiro. O jornal afirma que o contato, identificado pela polícia apenas como Fábio, operaria dinheiro de Russomanno no exterior. O ex-deputado federal também é citado como sendo detentor de R$ 7 milhões em uma conta operada pela organização criminosa ligada a Cachoeira.Por conta da matéria do jornal, o líder do PPS na Câmara, deputado federal Rubens Bueno (PR), solicitou a convocação de Russomanno para que o ex-deputado federal apresentasse explicações.Porém, segundo a assessoria de imprensa de Odair Cunha, para o deputado, ainda não existe indícios suficientes contra Russomanno que justifiquem uma convocação no momento e maiores investigações são necessárias para que se apure os fatos. Defesa
Na úlltima terça-feira, Russomanno encaminhou documento à CPI colocando à disposição seus sigilos telefônico, fiscal e bancário. Além disso, o candidato afirmou também que pretende entrar na justiça contra “os divulgadores da matéria.”
“Determinei a imediata providência judicial por nosso advogado, Dr. Everson Tobaruela, objetivando a instauração de investigação judicial eleitoral para apurar a prática de crime eleitoral e da prática criminosa dos divulgadores da matéria.”Segundo Russomanno, a ação é fruto de seu bom desempenho nas pesquisas de intenção de votos, em que aparece em segundo lugar, mas empatado tecnicamente com o primeiro colocado, José Serra (PSDB). “É só estar bem nas pesquisas para virar alvo, já sou alvo há muito tempo”, disse o candidato na terça-feira

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: