Reivindicação atendida: Bolsa-Atleta paralímpica entra em vigor


Reivindicação atendida: Bolsa-Atleta paralímpica entra em vigor

Investimentos são da ordem de R$ 981 mil e beneficiarão 120 atletas


Brasília (DF) – O Governo do Distrito Federal por meio da Secretaria de Esporte cumpre mais uma etapa para o desenvolvimento do esporte paralímpico no Distrito Federal.

A partir do próximo mês, os atletas paralímpicos receberão o benefício do Bolsa Atleta. Serão contemplados 120 atletas indicados pela sua respectiva Federação Esportiva nas seguintes modalidades: atletismo, badminton, basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de 7, futebol de 5, futebol de campo para a pessoa surda, futsal para pessoa surda, goal ball, natação, rugby, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, tiro com arco, vela, ciclismo, hipismo, remo, vôlei de areia para pessoa surda e vôlei sentado.

O critério seletivo para recebimento da bolsa é para o atleta que atingir a melhor classificação obedecendo o ranking ou índice da Categoria de Bolsa-Atleta, levando em conta para desempate a soma dos pontos obtidos na ordem: competição internacional, competição nacional, competição regional e competição Distrital.

Para um dos beneficiados pelo programa, o nadador Marcondis Batista, campeão do Centro-Oeste na categoria S5, “o incentivo dará mais oportunidade para que os atletas representem a cidade em competições nacionais e internacionais levando o nome da capital ao lugar mais alto do pódio”.

A proposta aprovada inclui na legislação a previsão de pagamento da bolsa aos atletas “com deficiência em plena atividade esportiva”. Estão previstas quatro modalidades de bolsa: estudantil A, estudantil B, distrital e nacional. Serão investidos R$ 981 mil com as bolsas em 2014.

Votação – A votação do projeto foi realizada no último dia 12 de dezembro durante sessão plenária na Câmara Legislativa, onde todos os parlamentares aprovaram por unanimidade o texto que prevê o pagamento de bolsa a atletas com deficiência.

O Projeto de Lei nº 1.754/2013 foi sancionado pelo Governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz no dia 27 de dezembro de 2013. O PL altera a lei que instituiu o programa Bolsa Atleta, estendendo o benefício para atletas paralímpicos.

“A sanção da Lei significou mais um avanço do nosso Governo no sentido de estar atento às reivindicações dos atletas da nossa cidade. É um benefício importante porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições”, avalia o secretário de Esporte, Julio Cesar (PRB/DF).

Texto e foto: Ascom SEL/DF

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: