”Rei do camarote” foi indiciado por agressões a filha e ex-mulher

Ele teria batido na filha e ex-esposa (Carlos Moura/CB/D.A Press)

Estado de Minas

O homem que ficou conhecido como “Rei do Camarote”, nas últimas semanas, também já foi citado duas vezes na polícia por agressão contra a ex-esposa e a filha. Alexander Augusto de Almeida, de 39 anos, tem boletins registrados na na 5ª Delegacia de Defesa da Mulher, na Zona Leste da capital paulista.

De acordo com a escrivã chefe, Lourdes Bossan, a primeira acusação de agressão contra o empresário foi registrada em 3 de novembro de 2008, após agredir a filha de 15 anos. Ainda segundo o boletim, Alexander tinha a guarda das duas filhas adolescentes. Na época, ela chegou acompanhada da mãe à delegacia para fazer o boletim de ocorrência, alegando que o pai sempre fora agressivo e que havia apanhado no escritório do empresário.

Em 11 de novembro de 2011, Alexander foi denunciado pela segunda vez por agredir a mulher com quem tinha um relacionamento amoroso. Na época, a suposta vítima tinha 30 anos e afirmou ter convivido em união estável por cerca de três anos com o empresário, mas que o casal não chegou a ter filhos.

Ainda de acordo com a escrivã da 5º DDM, ambos os casos foram arquivados porque, à epoca, dependia de representação das vítimas. Se as agressões tivessem ocorrido após fevereiro de 2012, ocasião em que a Lei Maria da Penha foi alterada, não precisaria dessa representação. Desde 2012, ficou decidido que o Ministério Público pode denunciar o agressor nos casos de violência doméstica, mesmo que a pessoa agredida não apresente queixa contra o suspeito. Ele chegou a ser indiciado por lesão corporal, violência doméstica, ameaça e injúria, mas o prazo para dar continuidade ao processo expirou.

Repercussão


A reportagem veiculada pela Veja São Paulo sobre Alexander de Almeida que despertou inveja em grande parte dos brasileiros, teve a veracidade questionada depois que Wagner Martins, conhecido por trabalhar em uma empresa de Marketing de Guerrilha ter postado fotos de Alexander nas redes sociais dele. Wagner também era responsável pelo site “Cocadaboa” e ficou famoso por fazer repercutir na mídia falsas histórias.

Em entrevista veiculada no programa Manhã Bandeirantes, o empresário chegou a dizer que o rei do camarote não era real. “É só uma brincadeira que vai ser usada posteriormente, daqui a um tempo você vai ver algo mais. É algo que não é real, fica a dica”, contou.

Internautas também relataram nas redes sociais que não havia informações sobre o suposto nome dele no Google. No entanto, amigos próximos do empresário continuaram afirmando na internet que a história era verdadeira e que Alexander estava triste com a repercussão negativa. Depois da divulgação do vídeo, o empresário excluiu seu perfil no Instagram.

Em resposta ao EM.com sobre o assunto, a Revista Veja reiterou que a história é real.



About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: