Regiões atingidas pelas chuvas recebem apoio da Defesa Civil

Por Redação, com ARN – do Rio de Janeiro

A Defesa Civil do Estado do Rio informou que continua atuando no apoio às defesas civis municipais nas regiões atingidas pelas chuvas

A Defesa Civil do Estado do Rio informou que continua atuando no apoio às defesas civis municipais nas regiões atingidas pelas chuvas na terça-feira. Já foram enviados colchonetes, cobertores, toalhas e travesseiros para atender aos desalojados de áreas mais atingidas como Trajano de Moraes e Santa Maria Madalena.

O monitoramento das condições climáticas, através do DGDEC (Departamento Geral de Defesa Civil) e do CESTAD (Centro Estadual de Administração de Desastres) permanece durante todo o dia. De acordo com o SIMERJ/SEDEC (Sistema de Meteorologia do Estado do Rio de Janeiro), o efeito do transporte de umidade associado à circulação marítima ainda deixa o céu nublado em todas as regiões do fluminenses e a previsão é de chuva fraca, isolada e ocasional ao longo do período do feriado prolongado. No Norte e Noroeste Fluminenses, há possibilidade dechuva moderada em alguns momentos.

A Defesa Civil do Estado está monitorando as regiões desde o dia 13. Em nova Friburgo, foram detectados pequenos alagamentos e deslizamentos de algumas vias, além de quedas de barreiras. Em Bom Jardim, o conjunto de sirenes de São José do Ribeirão também foram acionados. Em Santa Maria Madalena, houve um desabamento sem vítimas e 250 pessoas estão desalojadas e 4, desabrigadas.

No município de Teresópolis, foram registrados um desabamento no Jardim Meudon, sem vítimas, e pequenos deslizamentos nas comunidades, sem residências atingidas. O conjunto de sirenes nas localidades de Quinta Lebrão, Perpétuo, Fonte Santa, Rosário e Pimentel foi acionado. Vinte e quatro pessoas desalojadas estão em ponto de apoio. Em Trajano de Moraes, houve pontos de alagamentos e deslizamentos, com 232 desalojados.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: