Regado a amor e poesia


Vinícius Remer

Dedicada inteiramente ao gênero musical que ficou eternizado na voz do cantor Bob Marley, a primeira edição do Reggae Music Festival traz à cidade atrações como a banda norte-americana SOJA, Som de Bob e a brasiliense A Firma. O evento acontece hoje, às 20h, no Ginásio Nilson Nelson (Eixo Monumental).

Para o organizador do festival, João Maione, o evento surge de uma carência da cidade em receber grandes shows voltados unicamente para o gênero. “O público pedia”, explica.

SOJA é a união das iniciais de Soldiers of Jah Army (Soldados do Exército de Jah, em tradução livre). Os gringos desembarcam no Brasil este mês para uma série de shows da turnê Everything Changes. E a capital é a cidade escolhida para abrir os trabalhos. Em entrevista ao JBr., o vocalista Jacob Hemphill afirma que será um show especial. “Os fãs podem esperar muita coisa antiga, além de novidades. Vamos mostrar variações das nossas músicas de um jeito especial”.

Com 16 anos de carreira, SOJA é formado por Jacob, nos vocais; Bobby Lee, no baixo; Ryan Berty, na bateria; Kenny Bongos, na percussão; Patrick O’Shea, nos teclados; Hellman Escorcia, no saxofone; Rafael Rodriguez, no trompete; e Trevor Young, na guitarra.

Som de Bob
Antes da grande atração da noite, acontece o projeto Som de Bob, que vai reunir vocalistas de bandas conhecidas do reggae nacional, como Helio Bentes (Ponto de Equilíbrio), Zeider Pires (Planta e Raiz), Marceleza (Maskavo) e Dudu Aire (Som de Bob). Juntos, eles vão prestar um tributo ao ídolo Bob Marley.

“Quem for ao evento, pode esperar um grande festival, com uma mega-estrutura de palco, iluminação e área de alimentação”, garante o produtor João Maione.

15 minutos de fama

Apesar de ter apenas um ano de estrada, a banda brasiliense A Firma foi escolhida – a partir de uma enquete realizada na página do Reggae Music Festival no Facebook – para abrir os shows das atrações principais do evento. “É uma oportunidade única. Queremos levar muita energia para o público”, afirma o vocalista do grupo, Sérgio Dall’orto, que é formado ainda por Artur Caron, na bateria; Lucas Dos Anjos, no baixo; e Fernando Morais, na guitarra. Quando perguntado sobre o estilo musical do conjunto, Sérgio diz que é difícil definir. “Carregamos muitas influências, mas vamos focar no reggae durante o festival”. “Temos apenas 15 minutos em cima do palco. Vamos tocar duas músicas autorais e uma do Bob Marley”, antecipa o vocalista.

Ponto de Vista

O estudante de publicidade Nil Oliveira concorda com o organizador do festival: “É difícil ter grandes shows de reggae em Brasília. E, por isso, a expectativa para esse evento é grande”. Fã declarado do estilo musical, Nil explica: “curto reggae desde que me entendo por gente”. “Conheci a atração principal por meio de amigos. Foi natural passar a gostar do SPJA”, explica.

Serviço


Reggae Music Festival – Hoje, a partir das 20h. No Ginásio Nilson Nelson (Eixo Monumental). Ingressos: Arena palco – R$ 90. Setor superior R$ 50. Valores referentes à meia-entrada. Informações: 3364-0000. Não recomendado para menores
de 16 anos.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: