Reeleição, Senado e Buriti estão nos planos de deputados distritais

Reeleição, Senado e Buriti estão nos planos de deputados distritais Metade dos parlamentares – deputados de primeiro mandato – devem tentar garantir mais quatro anos na Câmara Legislativa

Almiro Marcos

Chico Leite sonha com uma vaga no Senado e Liliane Roriz espera o pai definir se sairá mesmo candidato

A menos de um ano para as eleições, a tendência é que os atuais deputados distritais se dividam entre candidaturas à reeleição e voos mais altos. Apenas três devem ficar fora da disputa. Ainda que nenhum deles fale abertamente — até porque isso pode caracterizar crime eleitoral para quem tem mandato—, metade trabalha para candidatar-se novamente à Câmara Legislativa enquanto a outra metade tem a situação indefinida, mas alguns podem buscar vagas na Câmara dos Deputados, no Senado Federal e no Palácio do Buriti.

A tendência entre os deputados de primeiro mandato é tentar garantir mais quatro anos na Câmara. Nesse grupo, estão Celina Leão (PDT), Dr. Michel (PP), Professor Israel Batista (PV), Joe Valle (PDT), Robério Negreiros (PMDB), Washington Mesquita (PTB) e Wellington Luiz (PMDB). “Ninguém tem como falar como candidato oficial ainda. Somos deputados e temos de desempenhar nosso papel na Câmara e perante a comunidade”, explica Cláudio Abrantes (PT), que também deve tentar assegurar a vaga na Casa.

Mas, no grupo dos novatos, estão aqueles que almejam um outro caminho em 2014. O atual vice-presidente da Casa, Agaciel Maia (PTC), por exemplo, tem percorrido as cidades do DF desde o ano passado e com bastante intensidade. Ainda que ele não confirme, sua meta é conseguir uma vaga na Câmara dos Deputados. Quem pensa mais alto ainda é Olair Francisco (PTdoB), que espera conseguir espaço para disputar o Senado Federal, o mesmo desejo de Chico Leite (PT). Liliane Roriz (PRTB) tem a intenção de sair a distrital, mas vai depender da definição de seu pai, o ex-governador Joaquim Roriz (PRTB). Assim, não é descartado que ela concorra ao Palácio do Buriti ou ao Senado.

Prazo


A data final para que os partidos políticos definam seus candidatos e coligações para as eleições deste ano é 30 de junho. De acordo com a legislação (artigo 8º da Lei nº 9.504, de 1997), as convenções têm de ocorrer entre 10 e 30 de junho. O prazo, conforme a Lei das Eleições, serve para todas as legendas como meio de garantir a isonomia entre elas.

O caminho de cada um


A tendência é que metade dos atuais deputados tente voos mais altos em 2014. Veja abaixo o quadro atual:

Tentarão a reeleição

» Aylton Gomes (PR
» Celina Leão (PDT)
» Chico Vigilante (PT)
» Cláudio Abrantes (PT)
» Cristiano Araújo (PTB)
» Dr. Michel (PP)
» Israel Batista (PV)
» Joe Valle (PDT)
» Luzia de Paula (PEN)*
» Robério Negreiros (PMDB)
» Paulo Roriz (PP)
» Washington Mesquita (PTB)
» Wellington Luiz (PMDB)

Pré-candidatura a deputado federal
» Agaciel Maia (PTC)
» Alírio Neto (PEN)
» Patrício (PT)
» Rôney Nemer (PMDB)

Indefinidos


» Chico Leite (PT) — Pode sair como candidato a distrital ou a senador
» Eliana Pedrosa (PDT) — As possibilidade são: candidatura a distrital, federal, senador ou governador
» Liliane Roriz (PRTB) — Pode tentar a reeleição, a candidatura ao Senado ou 
ao Buriti

» Olair Francisco (PTdoB) — As possibilidade: candidato a deputado distrital, federal ou senador
» Wasny de Roure (PT) — Possibilidade: pode tentar a reeleição ou uma vaga na Câmara dos Deputados

Ficam fora


» Arlete Sampaio (PT) — Não será candidata
» Benedito Domingos (PP) — Não vai tentar a reeleição
» Evandro Garla (PRB) — Não tentará a reeleição

(*) Luzia de Paula atua como suplente na vaga de Alírio Neto, que é o atual secretário de Justiça e Direitos Humanos do DF.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: