Raio atinge casa no DF e destrói guarda-roupa e ventilador de teto


Raio atinge casa no DF e destrói guarda-roupa e ventilador de teto
Queda de raio causou curto-circuito, dizem bombeiros; ninguém se feriu.
Acidente ocorreu no Guará; região foi uma das mais afetadas pelas chuvas.

Do G1 DF

Moradora mostra guarda-roupa queimado após queda de raio (Foto: Ricardo Moreira/G1)

A queda de um raio provocou um incêndio em uma casa da QE 30, no Guará, no Distrito Federal, na tarde desta quinta-feira (13). Um guarda-roupa ficou destruído e um ventilador de teto caiu. Não houve feridos.

Segundo o Corpo de Bombeiros o raio caiu em um poste e atingiu a fiação elétrica. O curto-circuito em um fio provocou o surgimento das chamas.

Um morador que estava em outro ponto da casa ouviu um estrondo e foi ver o que era. Quando chegou ao quarto, o cômodo já estava tomado por fumaça. Algumas peças guardadas no guarda-roupa foram atingidas pelo fogo.

Os bombeiros foram chamados e conseguiram conter as chamas e a fumaça. Parte da parede atrás do móvel ficou manchada após o acidente.

Teto onde estava instalado ventilador que caiu após casa ser atingida por raio (Foto: Ricardo Moreira/G1)

Chuvas
O Guará foi uma das regiões do DF mais atingidas pelo temporal na tarde desta quinta-feira. Alguns pontos tiveram queda de energia, a exemplo do que ocorreu em Taguatinga. As chuvas também provocaram problemas no trânsito e alagamentos em áreas do Plano Piloto.

Guarda-roupa queimado após queda de raio
(Foto: Ricardo Moreira/G1)

Também no Guará, o trânsito na EPTG e na Epia teve congestionamento. O acesso às duas vias na área próxima à região foi uma das que mais tiveram retenção de veículos.

A obra do Veículo Leve sobre Pneus, na Epia, ficou alagada próximo à quadra 14 do Park Way. O trânsito no local estava congestionado no início da tarde.

Em Ceilândia Norte, na região próxima ao viaduto do metrô na QNN 5/7, onde duas pessoas morreram afogadas em um intervalo de três meses, crianças brincavam na enxurrada.

Casa que foi atingida por raio na tarde desta quinta-feira (13) (Foto: Ricardo Moreira/G1)

O acesso ao viaduto está fechado para obras. Pouco tempo depois do início do temporal, a água já se acumulava sob a construção. No dia 27 de janeiro, a Novacap iniciou o serviço de alargamento da rede pluvial, que têm custo estimado de R$ 1,7 milhão.

A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos após 70 dias de obras. Na manhã desta quinta-feira, porém, não havia nenhuma funcionário no local.

http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2014/02/raio-atinge-casa-no-df-e-destroi-guarda-roupa-e-ventilador-de-teto.html

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: