Quadrilha de colombianos é presa no DF acusada de agiotagem


Quadrilha de colombianos é presa no DF acusada de agiotagem Após emprestar o dinheiro, as vítimas eram cobradas com juros abusivos diariamente 

Thatyane Nardelli

 
 
A Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (CORF) deflagrou, na madrugada desta quarta-feira (05), uma quadrilha colombiana especializada na prática de crimes de extorsão a comerciantes do Distrito Federal. Na ação, 17 pessoas foram presas, além de vasto material e dinheiro. As equipes ainda estão em diligências e novas prisões poderão ser realizadas no decorrer do dia.


Segundo informações do delegado Jefferson Lisboa, responsável pelo caso, eles procuravam pequenos comerciantes e ofereciam pequenos valores. “Não temos o levantamento de quanto eles emprestaram e nem quanto extorquiram das vítimas. No entanto, sabemos que o dinheiro arrecadado está sendo enviando para a Colombia para patrocinar o crime”, conta Lisboa.

Após emprestar o dinheiro, as vítimas eram cobradas com juros abusivos diariamente. Se o pagamento não fosse feito, elas sofriam ameaças e agressões físicas. Ao todo, são 17 presos, todos colombianos, que viviam em uma sede em Arniqueiras, dois apartamentos em Águas Claras e um flat em Taguatinga Centro. “Estamos verificando a situação deles no País com a Policia Federal”, disse o delegado Lisboa. “No caso de agiotagem, quem pegou dinheiro emprestado com o grupo e está sendo extorcido, é vítima. Quanto mais vítimas, mais eles vão ficar presos”, completou.

A investigação começou com uma grande quantidade de denúncias. Equipes da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, à Ordem Tributária e a Fraudes (Corf) estão nas ruas desde 4h para prender o grupo. As penas podem chegar a 20 anos de prisão.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: