PTB cogita abandonar Dilma para apoiar Aécio


Foto: Ivonaldo Alexandre/Estadão Conteúdo

A duas semanas da convenção nacional, no dia 27, a cúpula do PTB tem sofrido forte pressão de parlamentares e líderes estaduais pelo abandono da aliança com a presidenta Dilma. Caciques petebistas admitem que “há focos de descontentamento, mas daí a romper com Dilma, ainda tem chão”. Já o PSDB aposta todas as fichas na aliança com PTB, e por isso adiou a escolha do vice de Aécio Neves.

O tucano Aécio Neves, experiente negociador político, acena com a possibilidade de o PTB assumir a vaga de vice, em sua chapa.

Dilma é acusada pelos petebistas de tratar o partido com desdém. Até hoje, o PTB não conseguiu indicar o titular de um só ministério.

O eventual apoio do PTB acrescentaria preciosos minutos ao tempo da campanha presidencial de Aécio Neves na televisão.

Aécio Neves joga pesado para arregimentar PTB e PR, que ficaram órfãos após a prisão de Roberto Jefferson e Valdemar da Costa Neto. Informações Diário do Poder

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: