PT E PSDB EVITAM POLEMIZAR COM ARRUDA PT E PSDB NÃO ENTRARÃO NA JUSTIÇA CONTRA ARRUDA. PSOL JÁ PEDIU IMPUGNAÇÃO

agnelo e pitiman

 Publicado: 11 de julho de 2014 Por: Myrcia Hessen PT e PSDB prometem não impugnar Arruda. Foto: Reprodução A coordenação de campanha do governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT) informou nesta sexta-feira (11), ao Diário do Poder, que o político não entrará com uma ação para tentar impugnar a candidatura de seu principal concorrente nas eleições 2014, José Roberto Arruda. “O governador prefere enfrentar ele [Arruda] nas urnas”, desafiou. Em seu site oficial, o PT tem ido para cima do Arruda, chegou a chamá-lo de “velho conhecido das páginas policias” e alertou os eleitores: “[Arruda] é comandado por três ex-senadores acusados de envolvimento em irregularidades. Dois renunciaram ao mandato. O outro entrou para a história como primeiro senador cassado no Brasil”, afirmou. O deputado federal Luiz Pitiman (PSDB), candidato tucano ao Governo do DF, também disse que não tomará qualquer medida judicial contra candidatura de Arruda, pelos mesmos motivos de Agnelo: quer ganhar dele na base do voto. “Esse assunto [de impugnação] não nos interessa. Estamos na rua pedindo voto. Não queremos briga, justiça, confusão que não nos pertence. 
Deixamos que as instâncias, que gostam desse tipo de briga, o façam”, declarou ao Diário do Poder. Ontem (10), o PSOL-DF enviou um pedido de impugnação da candidatura de Arruda para o desembargador-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do DF, que deve decidir o assunto em breve. No documento, assinado por Antônio Carlos de Andrade, candidato ao governo do DF pela coligação Frente de Esquerda (PSOL, PSTU e PCB), e pelo candidato do partido ao cargo de senador, Aldemario Araújo Castro, a legenda alega que a candidatura de Arruda “é motivo de inquietação e vergonha para a sociedade candanga”. Arruda é a figura central do chamado “Mensalão do DEM” e foi preso pela Polícia Federal em 2009, quando foi deflagrada a operação Caixa de Pandora, que investigou desvio de recursos no Distrito Federal. Ele chegou a ser flagrado em vídeo recebendo dinheiro das mãos de Durval Barbosa, mas, na época, declarou que o valor seria usado para financiar doação de panetones, não de sua campanha. O Diário do Poder tentou entrar em contato com o presidente do DEM-DF Alberto Fraga para saber a posição do partido sobre a condenação de Arruda, mas não obteve sucesso até a publicação desta matéria.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: