Projeto urbanístico do Sol Nascente beneficia 30 mil moradores

Cerca de 30 mil moradores foram beneficiados neste sábado (30) com a assinatura do decreto que aprova o projeto urbanístico do Trecho II do Setor Habitacional Sol Nascente e regulariza essa parcela da região. Em todo o setor, serão investidos aproximadamente R$ 220 milhões, quantia fruto da parceria do Governo do Distrito Federal e a União, pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Habitação.

“Esse é o dia mais feliz do nosso governo porque essa população é muito sofrida. Quem governa com Deus no coração e pensando no próximo, governa para uma família. Com essa realidade, todas as vezes que chove pedimos a Deus que a chuva seja fraca para não destruir a casa desse povo e isso nos causa grande angústia. Agora, isso vai mudar”, garantiu, emocionado, o governador Agnelo Queiroz.

O projeto urbanístico, segundo o chefe do Executivo local, está em conformidade com a lei e conta com a aprovação do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do DF. Ao mesmo tempo, o projeto obteve a licença ambiental do Conselho de Meio Ambiente do DF (Conam) e tem o aval do Grupo de Análise e Aprovação de Parcelamentos de Solo e Projetos Habitacionais (Grupar).

Com a assinatura do governador, está autorizado o início da licitação que escolherá as empresas responsáveis pelas obras de infraestrutura que serão realizadas nos três trechos do Setor Habitacional, inclusive no terceiro trecho, onde a regularização está em fase de estudo, mas deverá ser efetivada ainda no primeiro semestre de 2014.

“Com essa regularização queremos iniciar as obras até 6 de fevereiro, se Deus quiser. Vamos colocar asfaltamento, meios-fios, praças, escolas, iluminação. São vários equipamentos que beneficiarão a toda a população e as escrituras do Trecho II queremos entrega-las até o meio do próximo ano”, acrescentou o governador.

A licitação, conforme publicação do Diário Oficial do Distrito Federal desta sexta-feira (29), será realizada nos dias 7 e 8 de janeiro de 2014, procedimento que para o vice-governador, Tadeu Filippelli, demonstra preocupação da administração pública em dar condições mais dignas de moradia para a população.

“Não adianta fazer as coisas no improviso ou de forma irresponsável e, por isso, hoje estamos aqui com toda a equipe se governo para anunciar essas melhorias que são frutos de muito trabalho. Na mesma hora que anunciamos essa aprovação, plantamos a semente para que todos vocês tenham segurança, a esperança e a certeza de que são donos do lugar onde moram”, enfatizou Filippelli aos moradores.

Durante a solenidade, o governador anunciou as diversas melhorias que serão feitas na região. Além das obras de infraestrutura, Agnelo Queiroz assegurou que uma nova unidade do projeto Fábrica Social será construída em um dos trechos do Setor Habitacional. Também serão criadas casas populares para abrigar moradores que serão retirados de áreas de risco.

Fonte: Agência Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: