Projeto incentiva reciclagem Mulheres aprendem a confeccionar artesanato a partir de descartáveis


Projeto incentiva reciclagem
Mulheres aprendem a confeccionar artesanato a partir de descartáveis

Tamanho da Fonte JURANA LOPES

Toninho TavaresChristina Pedra ensina moradoras da Estrutural a confeccionar necessaires feitas a partir de caixas de leite. Objetivo é promover a consciência ambiental e gerar rendaO projeto Ecoclasse está ensinando moradoras da Cidade Estrutural a reciclar e gerar renda para suas famílias com os artesanatos criados a partir de materiais recicláveis. As participantes têm a oportunidade de reutilizar materiais que iriam ser descartados e transformá-los em produtos que podem ser comercializados, como a confecção de necessaires de caixas de leite.

O Ecoclasse consiste num curso de educação ambiental para a população da Estrutural. O treinamento é composto por palestras, com foco na importância da separação correta do lixo, economia de água e energia elétrica, cidadania e oficinas de reciclagem. Ao final do projeto, será agendado um passeio a um local onde as alunas possam ver de perto as belezas do Cerrado e perceber a importância de conservá-lo. A Estrutural foi escolhida para receber o projeto por possuir um grande diferencial em relação às outras cidades: é a única região administrativa do Distrito Federal que possui um aterro sanitário. A primeira turma do curso teve início em 3 de maio, contou com 30 alunos e a parceria da Administração Regional da cidade, que cedeu um espaço para a realização das aulas.

Segundo Christina Pedra, criadora do Ecoclasse, o principal objetivo do projeto é capacitar as pessoas e torná-las conscientes sobre a importância de reciclar e preservar o meio ambiente. “O nosso maior lucro é ver essas pessoas aprendendo a utilizar materiais que iriam parar no lixo e ainda conseguirem gerar renda para dentro de casa. Isso é gratificante”, afirmou.

Maria Vieira é uma das alunas do projeto e está fazendo as bolsas por conta própria, comprando o próprio material e vendendo os produtos resultantes de caixas de leite que iriam para o lixo. Maria agora quer repassar o que aprendeu para frente. “Semana que vem vou viajar para o Pará, para casa da minha família. Quando eu chegar lá, vou ensinar tudo que aprendi no Ecoclasse para as mulheres da região, pois elas precisam ter uma fonte de renda, já que a maioria delas são donas de casa e a região é bastante carente”.

Parceira do projeto, a prefeita da Quadra 6 do Setor Oeste da Estrutural, Hildete Moura, cedeu sua casa para as turmas de terça-feira. Ela avalia que o projeto está levando cidadania, consciência ambiental e muita amizade a toda a vizinhança que já aderiu ao artesanato reciclado. “Além de ajudar a natureza, ainda conseguimos uma renda extra”.

Como participar – As pessoas que quiserem receber o curso de educação ambiental em outras cidades precisam organizar um grupo de pelo menos 15 pessoas e conseguir um espaço para as aulas. Após fazer isso, basta entrar em contato com a criadora do projeto, Christina Pedra, mandando um e-mail para crispedra@gmail. Os materiais utilizados nas aulas são oferecidos gratuitamente.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: