projeto de lei que veta a fabricação, a venda e a comercialização de armas de brinquedo foi aprovado pela Câmara Legislativa

 

    Um projeto de lei que veta a fabricação, a venda e a comercialização de armas de brinquedo foi aprovado pela Câmara Legislativa. O projeto ainda não entrou em vigor e de acordo com a matéria publicada no Correio Braziliense de hoje, já divide opiniões.

Juristas acreditam que a medida logo será considerada inconstitucional. Psicólogos afirmam que mesmo o uso de armas de brinquedo estimulam o comportamento agressivo em crianças e adolescentes. A Associação Brasileira de Brinquedos (Abrinq) achou a determinação um tanto ‘extremista’, mas apoiou a iniciativa.

Um dos artigos do projeto de lei destaca que até mesmo “brinquedos que disparem balas, bolinhas, espumas, luzes, luzes a laser e assemelhados que produzam sons ou projetem quaisquer substâncias que permitam a sua associação com arma de fogo” não poderão ser comercializados.

Uma gerente de loja de brinquedos no Plano Piloto, que preferiu não ser identificada, diz não vender armas de brinquedo com munição há mais de 10 anos, quando foi estabelecido o Estatuto do Desarmamento.

Você concorda que o uso de armas de brinquedo realmente estimula o comportamento agressivo?


Fonte: Rede Social 

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: