Professores e alunos se tornam multiplicadores de práticas ambientais Da Redação, com informações da Secretaria de Educação

Foto:Pedro Ventura/Arquivo

Congresso apresenta trabalhos sobre meio ambiente desenvolvidos nas escolas públicas do DF

PLANALTINA (12/11/13) – O Instituto Brasília Ambiental realiza hoje o 10º Congresso Reeditor Ambiental, em parceria com as secretarias de Educação e de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do DF. O objetivo do evento é apresentar os trabalhos, com temas ambientais, realizados durante o ano por alunos e professores.

O congresso será das 8h30 às 17h, no auditório da Universidade de Brasília, no Campus de Planaltina.

Segundo o secretário de Meio Ambiente do DF, Eduardo Brandão, a ação permite transformar alunos e professores em cidadãos atuantes na preservação do meio ambiente.

“Por meio de um trabalho completo de pesquisa, o aluno aprende a identificar os problemas ambientais de sua região e desta forma apresenta soluções. Este aprendizado ultrapassa os muros da escola, e esta é a parte interessante do Curso Reeditor Ambiental”, destacou Brandão.

Já na décima edição, o Congresso reúne neste ano 16 projetos que serão mostrados por professores e alunos, como exemplo do trabalho de conscientização ambiental realizado. Entre eles: Você Tem Fome de Quê? – realizado pela Escola Classe 19 de Taguatinga Sul DF; Agroecologia com Princípios – pelo Centro de Ensino Médio 404 de Santa Maria; e Na trilha dos 7 Rs da Sustentabilidade – desenvolvido pela Escola Classe Catingueiro, em Sobradinho DF.

Entre os assuntos abordados pelos alunos para a elaboração dos trabalhos estão: fauna, flora, resíduos sólidos, recursos hídricos, plantio de árvores, reaproveitamento de água, produção agrícola e fitoterapias.

O curso que originou esses trabalhos teve duração de 180 horas/aula e qualificou, neste ano, cerca de 30 professores e 500 alunos, diretamente, alcançando mais de três mil pessoas em diversas regiões do DF.

EXEMPLO – Um bom caso de multiplicação é o trabalho feito pela Escola Classe da 305, na Asa Sul. O projeto sobre alimentação, que aborda hábitos de consumo, descarte de materiais e outros pontos, fez a escola inteira desenvolver uma horta comunitária.

“Neste caso, vemos que um professor conseguiu aplicar a técnica e conscientizar mais de 350 alunos matriculados, e esses, por sua vez, seus familiares. Isto prova que a conscientização trabalhada com crianças e jovens atinge todo um universo”, enfatizou Brandão.

SERVIÇO:

10º Congresso Reeditor Ambiental

Data: 12 de novembro (nesta terça-feira)

Hora: 8h30

Local: Campus da UnB, no Auditório da Unidade Acadêmica, em Planaltina.

(V.F/J.S*)


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: