Professora morre depois de tentar parto humanizado por 48h

Professora morre depois de tentar parto humanizado por 48h

5ugz66s1gi_97upvwawsw_file

Mulher teria sofrido parada cardiorrespiratória; criança nasceu saudável em 11 de julho

A professora de enfermagem da Ufscar (Universidade Federal de São Carlos), Mariana de Oliveira Fonseca Machado, de 30 anos, morreu na terça-feira (21) após tentar fazer um parto humanizado em sua casa, em São Carlos, no interior de São Paulo.

Mariana, que também era especialista em Saúde da Mulher e vice coordenadora do curso de enfermagem da universidade, queria ter o filho em casa. Ela contratou uma doula (parteira) e tentou por 48 horas dar à luz na tentativa de fazer um parto humanizado, mas não conseguiu, pois teria apresentado dificuldades e precisou ser levada para a Casa de Saúde e Maternidade de São Carlos, onde passou por uma cesariana. A criança, uma menina, nasceu saudável, no dia 11 de julho.

A professora não conseguiu se recuperar e, por causa da gravidade de suas condições clínicas após a cirurgia, teve de ser internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Casa de Saúde. Dias depois, com o agravamento de seu estado de saúde, seu marido, um médico anestesista, pediu a transferência de Mariana para o HB (Hospital de Base) de São José do Rio Preto. Segundo o HB, ela deu entrada “em estado muito grave” em 18 de julho, e veio a falecer na última terça-feira.

O HB informou que a família não permitiu divulgar a situação clínica da paciente, cujo estado de saúde foi deteriorando no decorrer dos dias de internação. A causa da morte será confirmada em 60 dias após a conclusão dos exames de necropsia pelo IML (Instituto Médico Legal) de São José do Rio Preto, para onde o corpo foi levado.

Mariana foi enterrada na cidade de Patrocínio, no interior de Minas Gerais, onde moram seus familiares, que não quiseram falar sobre o caso.

Como a família não permitiu que os hospitais divulgassem dados do atendimento de Mariana, a natureza e a causa das complicações não foram reveladas, assim como o nome da parteira que a acompanhou. No entanto, já se sabe que ela teria sofrido uma parada cardiorrespiratória.

A Casa de Saúde divulgou nota afirmando que o parto foi realizado “sem nenhuma intercorrência”. “No entanto, no processo pós-cirúrgico, devido ao quadro clínico da paciente, foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva – UTI Adultos”, onde permaneceu internada até dia 18, “quando foi transferida, a pedido da família, para o Hospital de Base de São José do Rio Preto”.

O caso de Mariana se assemelha ao da fotógrafa australiana Caroline Lovell, 36 anos, defensora do parto domiciliar, que morreu após o nascimento de sua segunda filha, em sua casa, em Melbourne, na Austrália. Caroline, que estava na companhia de parteiras, também chegou a ser levada para o hospital e, assim como Mariana, não resistiu. A filha de Caroline, nasceu saudável.

http://noticias.r7.com/sao-paulo/professora-morre-depois-de-tentar-parto-humanizado-por-48h-24072015

About Germano Guedes

Olá Pessoal, Sou Germano Guedes, criador do site “a politica e o poder”. Baiano, morador da Estrutural desde 99, cheguei a Capital Federal para tentar a vida como milhares de outras pessoas. Ao chegar na Estrutural, começei a participar de discussões que visavam a melhoria da qualidade de vida na Cidade. Vi que alguns grupos já formados, ” monopolizavam” os moradores e inclusive, a informação que chegava até a comunidade. Nessa condição, resolvi criar um blog – meio que possibilitaria levar informação as pessoas. Neste canal, soltei o verbo e começei a dizer o que eu realmente pensava sobre o que acontecia na Estrutural. Abordei vários assuntos polêmicos, revelei notícias “bombas” e muitas vezes, tive que desmascarar grupos organizados que não pensavam no interesse da população – como diz o ditado ” era só venha a nós” e a população que se vire. Como Prefeito Comunitário pude participar mais ativamente das ações políticas que discutiam a Estrutural. Lixão, instalação de creches, reabertura de escolas e a regularização de alvará dos comerciantes eram algumas de nossas reivindicações. No ano de 2014, fui indicado pelo meu Partido – PRB – a vaga de administrador da Cidade. Continuo abastecendo o site com notícias e assuntos polêmicos, dizendo realmente o que penso. Porém, agora somos uma equipe e ” A Política e o Poder”, além de abordar assuntos correlatos à Estrutural, terá uma discussão voltada para todo o Distrito Federal, garantido informação e notícias exclusivas a todos os brasilienses que nos acompanham.
%d blogueiros gostam disto: