Presidente da Cooperfim passa três horas preso


Júlia Carneiro

Acusado de coação, extorsão e cobrança de taxas que são consideradas ilegais pelo Ministério Público, o presidente da Feira dos Importados, Damião Leite Soares, passou três horas preso na 8ª DP (SIA) na noite de ontem, apesar de ter sido absolvido na última quarta-feira pela Quarta Vara Criminal de Brasília. 

O mal entendido foi causado porque somente a delegada-chefe da Delegacia de Capturas e Polícia Interestadual, Maline Alvarenga, foi informada sobre o fim do mandado de prisão preventiva. A comunicação não teria chegado ao sistema da 8ª DP.

Damião foi preso quando apareceu na feira para trabalhar. “O Tribunal da Justiça decretou que ele deveria aguardar o processo afastado da presidência da feira, sob pena de prisão preventiva. Mas ele continuou agindo na presidência e foi decretada a prisão. Desde então ele ficou foragido”, explica Flávio Messina Alvim, delegado-chefe da 8ª DP.

Falha na comunicação

Duas horas depois da prisão de Damião, o Tribunal de Justiça informou à delegacia que estava recolhendo o mandado, mas ele já havia sido cumprido. “O ato da prisão em si é complexo. Você expede uma série de ofícios e não pode simplesmente rasgar um documento público porque alguém errou. O erro deve ser consertado documentalmente”, frisa Flávio Messina.

A única forma de corrigir é por meio de um pedido de soltura do acusado. A expedição do alvará aconteceu por volta das 19h de ontem. “É um absurdo uma coisa dessas. Pediram até desculpas para o Damião, mas não vamos aceitar, porque uma coisa dessas é grave”, conclui o assessor da Feira dos Importados, Disney Freire.

Saiba Mais

Cerca de 50 feirantes testemunharam que recebiam ameaças de corte de energia, de destruição das bancas e que à noite seguranças armados coagiam os trabalhadores.

Ainda há um processo civil no Ministério Público com foco na Cooperfim, empresa responsável pelo aluguel das bancas, da qual Damião Leite é presidente.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: