Prefeito Hildo do Candango expõe vereadores a vexame

Prefeito Hildo do Candango expõe vereadores a vexame

Desde o início das sessões ordinárias deste mês de abril, o clima na câmara municipal era tenso, por causa da intolerância do presidente da casa, vereador Evandro do Rainha da paz, que se mostrou autoritário e incompreensível, diante dos pedidos dos nobres vereadores, referentes a apresentação das matérias a serem votadas, criando assim um clima de insatisfação entre os vereadores.

Ligando isso, a uma tentativa frustrada do prefeito Hildo do Candango, de expor a câmara Municipal de Águas Lindas a um vexame diante da população, e mais especificamente diante dos servidores públicos, possivelmente devido ao desgaste de seu governo por falta de pessoas técnicas em sua assessoria e secretariado, o prefeito enviou à casa de leis, um projeto tão cheio de vícios, que nem o melhor jurista do Brasil conseguiria resolver a situação, caso o projeto fosse aprovado.

Trata-se do projeto de gestão democrática nas escolas públicas municipais, onde os diretores e vice-diretores, seriam escolhidos por voto direto e secreto da população, ferindo vários artigos da constituição federal, que é a mãe das leis em nosso país.

O próprio sindicato dos servidores públicos na pessoa da Sr. Eliene Braga, apresentou 5 ou 6 emendas ao projeto, solucionando alguns vícios encontrados no mesmo. A proposta do Líder do governo, vereador Rogemberg Barbosa, depois de uma análise jurídica do projeto, era de reunir-se com o sindicato após a sessão, para discutir ponto a ponto, outros vícios que necessitavam ser sanados antes da aprovação do projeto, mas a liderança do sindicato, numa atitude precipitada, se posicionou contrário ao pedido do vereador, que revoltado com o descaso do poder executivo, em enviar à câmara municipal um projeto sem a mínima condição de ser votado, renunciou a liderança do governo e votou contrário a aprovação do projeto.

Diante da hostilização dos presentes, ao voto do vereador, mais especificadamente de uma ou duas professoras desequilibradas, que não fazem parte do sindicato dos servidores, outros seis vereadores também votaram não ao projeto.

Em uma simples pesquisa no site do Superior Tribunal Federal (STF), pudemos constatar várias decisões, onde os ministros em todas, considera inconstitucional os projetos apresentados por diversos estados e municípios, saindo desse pressuposto, já percebemos a má fé do poder executivo em causar um desgaste desnecessário aos vereadores.

Nesse ato prova-se mais uma vez a incompetência da equipe técnica do prefeito Hildo do Candango que de técnica parece não ter nada.

Votaram dizendo não a aprovação do projeto na forma que estava, os vereadores: Rogemberg Barbosa (PR), Zezito Moura (PSC), Natália (solidariedade), Carlinhos do Super Mais (PTB), Anderson Teodoro (PSDB), Giovanni Machado(PSD), Aluizio da Artec (PPS). O vereador Luiz de Aquino (PRB) não compareceu a sessão.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=437509709729255&set=a.331093773704183.1073741829.329268830553344&type=1&theater

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: