Prédio do antigo Caje é demolido em Brasília

O prédio oito da Unidade de Internação do Plano Piloto, antigo Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje), foi demolido hoje (7). O módulo, o mais antigo da unidade, tinha 13 quartos, localizado na região central da capital federal.

Dez adolescentes infratores internados no prédio foram levados para a Unidade de Internação do Recanto das Emas, e quatro para a Unidade de Internação de Planaltina. Mais 16 foram remanejados dentro da própria unidade.

De acordo com a secretária da Criança do Distrito Federal, Rejane Pitanga, a ideia é desativar toda a unidade até o próximo ano. “Esperamos até o final de 2013 e início de 2014 desativar completamente essa unidade. Vamos inaugurar mais duas até o final do mês de novembro e já estamos fazendo a separação dos jovens. Temos uma unidade de internação [chamada saída sistêmica], onde estão jovens que estão terminando o cumprimento da medida [socioeducativa]”, disse.

No local da unidade de internação, que será desativada, o governo estuda implantar projetos para juventude. No ano passado, eram 470 internos, sendo que o local tem condições para receber 160. Atualmente, são 291 internos na unidade cumprindo medida socioeducativa.

“Agora, é todo um trabalho de reestruturação, não só do espaço físico, mas de um projeto político pedagógico, com atendimento novo e interferência nessa questão da precariedade, fazendo um trabalho preventivo e evitando situações complicadas. Estou há 14 anos na unidade, passamos momentos difíceis de rebelião, de homicídios e rixas”, disse o Renato Vilela, diretor da unidade do Plano Piloto.

O agente penitenciário Rubens de Oliveira, que trabalha há 27 anos no local, disse que nas novas unidades serão “dois adolescentes em cada quarto, o que facilita nosso trabalho”.

Fonte: Agência Brasil

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: