Política: Denúncia de Mara Gabrilli contra Gilberto Carvalho será enviada à PGR


Política: Denúncia de Mara Gabrilli contra Gilberto Carvalho será enviada à PGR
Na audiência pública realizada no dia 9 de abril, a deputada, que é filha do falecido empresário Luiz Alberto Gabrilli, do setor de transportes de Santo André, disse que seu pai foi extorquido durante o governo do prefeito Celso Daniel.


A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara enviará para a Procuradoria Geral da República o vídeo e as notas taquigráficas de audiência realizada pelo colegiado com o ministro-chefe da Secretária-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, no qual a deputada Mara Gabrilli (SP) fez acusações ao ministro. De acordo com a parlamentar, Carvalho é conhecido na cidade de Santo André (SP) como o “homem do carro preto” e estaria ligado a um esquema de extorsão dos empresários da área de transportes.

O envio dos arquivos ao Ministério Público foi pedido pelos deputados Domingos Sávio (MG), João Campos (GO) e Otavio Leite (RJ) em requerimento aprovado nesta quarta-feira (7) pela comissão. Diante da gravidade das informações, os deputados acreditam que cabe a PGR fazer a análise necessária ou encaminhar para o órgão competente do Ministério Público para promover as ações que julgar pertinentes…

Na audiência pública realizada no dia 9 de abril, a deputada, que é filha do falecido empresário Luiz Alberto Gabrilli, do setor de transportes de Santo André, disse que seu pai foi extorquido durante o governo do prefeito Celso Daniel. A tucana relatou acontecimentos da época que corroboram para as polêmicas declarações de Tuma Júnior no livro “Assassinato de Reputações – Um Crime de Estado”.

“Eu queria entender por que o senhor sempre foi conhecido na cidade como o ‘homem do carro preto’, que era a pessoa que pegava o dinheiro extorquido do transporte público e do serviço de limpeza urbana para levar a José Dirceu. Só depois eu fui entender que o dinheiro era para alimentar campanhas”, disse a deputada ao ministro. Ele negou envolvimento no esquema de corrupção da prefeitura, que culminou no assassinato do prefeito. Tanto a fala da deputada quanto as respostas de Carvalho serão encaminhadas à PGR.

(Reportagem: Djan Moreno/Foto: Alexssandro Loyola)

Fonte: Ascom do PSDB – 08/05/2014

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: