Policial Militar é morto na Rua 10 em Vicente Pires


Estela Monteiro

Um Policial Militar do Estado de Goiás foi morto na tarde desta quarta-feira (11) em Vicente Pires. O crime ocorreu na Rua 10 A, Chácara 118, em uma fábrica de tintas. A polícia apurou inicialmente que Carlos Eduardo Andrade, 31 anos, tinha comprado uma casa na região recentemente.

Segundo informações preliminares, ele teria ido à fábrica com um amigo para comprar tintas quando foram abordados por dois homens armados que anunciaram um assalto. Carlos tirou a carteira do bolso para entregá-la aos assaltantes, porém a deixou cair no chão. Neste momento, um dos rapazes se assustou e efetuou dois disparos. O PM foi atingido por um tiro nas costas e morreu no local.

Do lado de fora da loja, um comparsa aguardava dentro de um carro. Após atirar, os criminosos teriam corrido para o veículo, que arrancou em seguida. Eles fugiram sem levar nada.

A 38ª Delegacia de Polícia de Vicente Pires investiga o caso. Nenhum suspeito foi identificado. A polícia acredita que os assaltantes foram até o local em busca do malote de pagamentos da fábrica, mas acabaram decidindo assaltar os clientes.

O sub tenente da PM Izaac Neto acredita que os assaltantes tinham acesso a informações privilegiadas a respeito do funcionamento da fábrica. “O local não tem nenhuma identificação, não tem placa. Ninguém que passe por aqui vai saber que é uma fábrica de tintas. Outra coisa importante é eles terem aparecido no dia do malote de pagamentos”, explica Neto.

CEILÂNDIA

Na QNG, em Ceilândia, um rapaz de 17 anos foi baleado no início da tarde desta quarta-feira (11). Moradores contaram que ele saiu de casa e ia para a casa de um amigo. No caminho, ele teria sido abordado e baleado. O jovem era bastante conhecido na quadra e não teria envolvimento com drogas, nem desafetos. Os suspeitos fugiram.

*Com informações de Johnny Braga

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: