Policial é morta em ataque à UPP de Nova Brasília

Foi a primeira PM morta em serviço em comunidade pacificada

A soldado da Polícia Militar Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, morreu após levar um tiro de fuzil 762, em um ataque à Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade de Nova Brasília, no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio, na noite desta segunda-feira (23). 
Segundo a rádio CBN, foi a primeira policial morta em serviço em uma comunidade pacificada. A bala que matou a PM teria atravessado o colete que ela usava. Fabiana ainda foi levada para a UPA da região, mas não resistiu.
Colegas disseram que a soldado tinha acabado de lanchar quando foi para o lado de fora da sede da unidade, por volta das 21h. Pouco depois, cerca de 12 bandidos armados de fuzis começaram a disparar contra a sede da UPP.
Cerca de 10 minutos antes ao ataque à UPP Nova Brasília, cerca de oito bandidos atacaram uma patrulha com dois policiais na localidade Pedra do Sapo, no Morro do Alemão. Ninguém ficou ferido. 
Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Choque, além de contingente do 16º BPM (Olaria), foram chamados para reforçar a segurança na região.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: