Polícia vai indiciar namorado por morte de professora; parentes velam corpo

Polícia vai indiciar namorado por morte de professora; parentes velam corpo O laudo ficou pronto ontem, 16 dias após investigadores encontrarem a professora, em Formosa (GO); ela ficou desaparecida por 21 dias
Luiz Calcagno

Familiares e amigos acompanham cortejo fúnebre

Parentes e amigos velam o corpo da professora Márcia Regina Lopes, 56 anos, nesta quinta-feira (17/4) na capela 1 do cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul. O corpo de Márcia foi encontrado carbonizado, com ferimentos na cabeça e em avançado estado de decomposição – o namorado dela, Luis Carlos Coelho Pena, 41 anos, é o principal suspeito e está em prisão temporária. “O inquérito deve ser concluído na próxima semana. A polícia já tem bastante elementos para isso e poderá pedir a prisão preventiva de Luis Carlos”, comentou o diretor-geral da Polícia Civil, Jorge Xavier.


O laudo do Instituto Médico Legal ficou pronto ontem, 16 dias após investigadores encontrarem o corpo da docente em um matagal na DF-345, em Formosa (GO). A Polícia Civil não deu detalhes do documento, mas adiantou que pretende divulgá-lo na próxima semana.


Márcia foi vista pela última vez em 9 de março, supostamente depois de deixar o companheiro Luis Carlos no Parque da Cidade. Ela também publicou uma mensagem em uma rede social, mas não apareceu para trabalhar no dia seguinte. A professora ficou desaparecida por 21 dias.
Cerca de 100 pessoas acompanham o velório, que começou por volta das 9h30. O irmão dela, Eudmar Curado Lopes, 60 anos, disse que o momento é triste, mas que ao mesmo tempo a família já vinha se preparando. “Agora é a hora de prestar as últimas homenagens e pensar sobre a importância da vida”, afirmou.

A família registrou o caso na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). A prisão temporária do principal suspeito vence em 26 de abril. Ele tem antecedentes em casos de injúria, ameaça de morte, dano ao patrimônio, incêndio, lesão corporal e violência doméstica. Se for condenado, Luiz Carlos pode pegar pena de até 30 anos de prisão.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: