Polícia prende ex-governador Paulo Octávio


Polícia prende ex-governador Paulo Octávio

Desde o ano passado, a Polícia Civil do DF iniciou a operação Átrio, que apura supostos casos de corrupção de agentes públicos para a concessão


O ex-governador do Distrito Federal, Paulo Octávio, foi preso na noite de ontem quando saía de seu escritório, no Setor Hoteleiro Norte. Segundo policiais da Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado (Deco), o motivo da prisão do empresário seria por descumprimento de ordem judicial. Paulo Octávio permanece na carceragem da Deco, localizada no SIA.

O portal G1 teria contactado o advogado de Paulo Octávio, Antonio Carlos de Almeida Castro, Kakay, em Paris. Ao portal, Kakay teria dito que não sabia o motivo da prisão, mas que funcionários do escritório de advocacia em Brasília estavam indo para a Deco se informar sobre o caso.

Desde o ano passado, a Polícia Civil do DF iniciou a operação Átrio, que apura supostos casos de corrupção de agentes públicos para a concessão de alvarás de empreendimentos imobiliários. Paulo Octávio chegou a prestar depoimento sobre essas suspeitas. A mesma operação resultou no mandado de prisão de dois ex-administradores regionais: Carlos Sidney de Oliveira, de Águas Claras; e Carlos Alberto Jales, de Taguatinga.

A Operação Átrio teve início em 2011, mas somente em novembro do ano passado foram expedidos dois mandados de prisão temporária, dez mandados de condução coercitiva e realizadas buscas e apreensões em 13 endereços.

Na casa de Carlos Sidney de Oliveira, a polícia encontrou R$ 50 mil em dinheiro. Carlos Jalles chegou a ser considerado foragido, mas estava em um hospital.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: