PM anuncia a prisão de 22 pessoas nos últimos 4 meses por tráfico no DF


PM anuncia a prisão de 22 pessoas nos últimos 4 meses por tráfico no DF
Média de apreensão por mês foi de 1 kg de maconha e 500 mg de crack.
Nesta quinta, PM lançou reforço no patrulhamento no centro de Brasília.

Ricardo Moreira Do G1 DF


A Polícia Militar anunciou nesta quinta-feira (22) a prisão de 22 pessoas suspeitas de tráfico de drogas em áreas do centro de Brasília e também em outras regiões do Distrito Federal. As detenções ocorreram nos últimos quatro meses, sendo a maior parte realizada nos setores Comercial e Bancário Sul e também no Setor de Autarquias Sul.
PM diz que as 22 pessoas levadas para a 5ª DP tinham envolvimento com consumo de crack na região central de Brasília (Foto: Ricardo Moreira / G1)

Das 22 prisões, nove ocorreram em Santa Maria, Ceilândia Norte, Samambaia Sul eCandangolândia. A PM diz que a média de apreensões de droga por mês foi de 1 kg de maconha e 500 mg de crack.

A corporação divulgou imagens da operação batizada de Sallus (termo em latim que significa segurança, salvação).

Nesta quinta-feira, mais 22 pessoas apontadas pela PM como usuários de crack foram levadas para a 5ª DP, localizada na Asa Norte. No grupo, havia menores de idade. Um adulto foi preso por tráfico de drogas. Os demais detidos, incluindo os adolescentes, foram liberados após serem identificados na delegacia.

A operação Sallus contou com a participação de 500 militares do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque).


A corporação afirma que utilizou denúncias feitas pela população para tentar chegar até os principais pontos de venda de drogas na área central de Brasília.

Reforço
O BPChoque também iniciou nesta quinta-feira uma operação de reforço no patrulhamento na área central de Brasília. Segundo a tenente-coronel Cynthiane Santos, comandante da unidade, a operação visa trazer mais segurança de moradores e comerciantes da região.
Militares do BPChoque em frente ao Estádio Nacional de Brasília durante patrulhamento
(Foto: Ricardo Moreira / G1)

A militar afirma que a ação, iniciada a menos de um mês da Copa do Mundo, não tem data para terminar e continuará após a realização do evento. Os militares farão o patrulhamento de moto e viaturas em áreas do centro de Brasília como os setores Comercial e Hoteleiro das asas Sul e Norte.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: