Planaltina lidera ranking de cidades mais violentas no início de 2014


Planaltina lidera ranking de cidades mais violentas no início de 2014 Crimes violentos marcam o início do ano no Distrito Federal, que tem a média de um assassinato a cada 8h. Latrocínios (roubos com morte) também assustam a capital
Kelly Almeida

Planaltina, a região administrativa de 230 mil habitantes contabilizou quatro homicídios, sete tentativas de assassinato, um latrocínio e uma tentativa de roubo com morte nos seis primeiros dias de 2014. Em segundo lugar, aparece Ceilândia, com dois homicídios e 10 feridos. No Distrito Federal, 20 pessoas foram atacadas a facadas, com disparos de armas de fogo ou por outro crime violento que levou à morte. Os casos ocorreram até a última segunda-feira. A Secretaria de Segurança Pública justifica a violência por meio do envolvimento das vítimas com o tráfico de drogas ou outros delitos.

Leia mais notícias em Cidades

Os dados da pasta revelam ainda que, nos seis primeiros dias do ano, uma pessoa foi assassinada a cada 8h na capital. Os 18 homicídios ocorreram em 10 regiões administrativas (veja mapa). O número é maior quando somados os dois latrocínios registrados também em 2014. Em um deles, um militar da reserva morreu após ser baleado na cabeça quando chegava em casa, na 112 Sul. Ontem, três suspeitos do crime foram detidos. (leia mais na página ao lado). O DF registrou ainda 39 tentativas de latrocínio e de homicídio na primeira semana.

Se a violência for mantida, 2014 vai acabar com mais de 1 mil pessoas assassinadas. Em janeiro de 2013, segundo a Secretaria de Segurança Pública, o Distrito Federal contabilizou 49 homicídios e 86 tentativas. No ano anterior, os números do primeiro mês ficaram em 48 e 104, respectivamente. No ano passado, os latrocínios contabilizaram quatro casos e as tentativas chegaram a 16. Em 2012, no mesmo período, foram seis roubos com morte e 25 tentativas.


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: