Piauí : PROFESSOR é afastado após denúncia de abuso a criança


PROFESSOR é afastado após denúncia de abuso a criança
vítima era aluna do acusado e disse à família que ele a beijava e exibia vídeo pornô


A delegacia de Polícia Civil da cidade de Cocal, a 300 km ao norte de Teresina, está investigando um professor que foi denunciado pela mãe da menor S.V, de apenas 8 anos, por suposto crime de assédio. A dona de casa, que tem a identidade preservada, conta que a filha reclama da escola desde o início das aulas e recusa a estudar.

De acordo com informações de familiares, a criança começou apresentar um comportamento estranho desde que foi iniciado o processo de matriculas dos alunos na região, onde o acusado que era amigo e de confiança da família começou novamente frequentar a casa da denunciante. ”A menina não podia ouvir o barulho de uma moto passando em frente a sua casa que ela ficava logo assustada e dizia que não queria mais estudar”, conta uma tia da criança.

A menor informou o suposto abuso aos familiares há alguns dias, que segundo a criança, eram cometidos na escola e em sua própria residência, onde o professor sentava ela em suas pernas e a abraçava forte, chegando muitas das vezes a lhe machucar, além de mostrar vídeos pornográficos pelo celular, em seguida a beijava na boca e acariciava varias partes do corpo e pedia para que ela não contasse o episodio a ninguém.

O vigia da escola que é primo da menor informou que durante o ano letivo de 2013, o acusado era muito atencioso com a menina. ”Quando terminava a aula que eu ia pegar a criança para deixar em casa, o acusado estava a sós com ela em sala de aula, dizia que estava dando uma aula de reforço e que eu podia ir embora despreocupado, que após o reforço ele ia deixa-la em casa” disse o primo.

Ainda de acordo com a família, o homem não chegou a consumação do ato sexual com a menor, mas estava premeditando o crime, pois a vítima mora apenas com a mãe que tem a saúde fragilizada.

O Conselho Tutelar que acompanha o caso, por sua vez, conduziu a família para delegacia na última segunda-feira (20/01), onde o caso foi registrado. Em seguida, no mesmo dia, a criança foi levada para fazer exame de corpo de delito em Parnaíba. Desde então, por envolver menor, o caso segue em segredo de justiça. No momento, o professor apontado pelos supostos abusos foi afastando do cargo para apuração do caso e também por medidas de segurança, já que a população se revoltou com o caso.

Fonte: Com informações do Blog do Coveiro

Publicado Por: Fábio Carvalho


About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: