Pesquisa mostra Serra e Russomanno com 26%; Haddad se isola em terceiro

Ibope/TV Globo/Estado revela que candidato do PRB bateria tucano num eventual segundo turno

16 de agosto de 2012 

José Roberto de Toledo e Daniel Bramatti, de O Estado de S. Paulo
Pesquisa Ibope aponta José Serra (PSDB) e Celso Russomanno (PRB) empatados na liderança da corrida eleitoral paulistana com 26% das intenções de voto estimuladas cada um. Nas duas últimas semanas, Russomanno oscilou um ponto para cima e o tucano ficou onde estava. Na simulação de segundo turno entre os dois, Russomanno ganharia de Serra por 42% a 35%. Mas 16% dizem que votariam branco ou anulariam o voto nesse caso.
José Serra e Celso Russomanno estão empatados nas pesquisas - AE
AE
José Serra e Celso Russomanno estão empatados nas pesquisas
Fernando Haddad (PT) se isolou em terceiro lugar. O petista foi de 6% para 9% das intenções de voto. A margem de erro máxima da pesquisa é de 3 pontos porcentuais, mas isso se aplica apenas quando um candidato tem 50% das intenções de voto. Na verdade, a margem é proporcional à intenção de voto. No caso de Haddad, ela é de 2 pontos, e no dos candidatos que estão empatados com 5%, de 1,5 ponto. Logo, eles poderiam ter no máximo 6,5%, e o petista, no mínimo 7%.
Os três candidatos que estão empatados no quarto lugar são Soninha (PPS), Gabriel Chalita (PMDB) e Paulinho da Força (PDT), com 5% cada um.
Dois outros candidatos estão empatados na sétima colocação, com 1% na pesquisa estimulada: Ana Luiza(PSTU) e Carlos Gianazzi (PSOL). Eymael (PSDC), Levy Fidélix (PRTB), Anaí Caproni (PCO) e Miguel Manso (PPL) não chegaram a 1%. Além disso, 12% disseram que votariam nulo ou em branco se a eleição fosse hoje. Outros 10% não souberam responder.
Os candidatos cresceram na intenção de voto espontânea, quando o eleitor tem que dizer sozinho o nome do seu candidato. Serra foi de 11% para 15%, Russomanno cresceu sete pontos (de 9% para 16%) e Haddad dobrou, de 3% para 6%. Chalita e Soninha têm 3% na espontânea, e Paulinho, 2%. 41% dos eleitores paulistanos não souberam responder, espontaneamente, em quem votariam se a eleição fosse hoje. Além disso, 1% citou nomes de não-candidatos e 13% disseram que anulariam ou votariam em branco.
A pesquisa Ibope foi feita face a face entre os dias 13 a 15 de agosto, na cidade de São Paulo. Ouviu 805 eleitores em todas as regiões da cidade. Sua margem de erro máxima estimada é de 3 pontos porcentuais, para mais ou para menos, num intervalo de confiança de 95%. Isso signfica que se a pesquisa fosse repetida 100 vezes, em 95 delas um candidato com 50% de intenção de voto poderia ter de 47% a 53%. A pesquisa foi registrada no TRE-SP com o protocolo SP-00311/2012. Foi paga pelo Estado e pela Rede Globo.

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: