Pela primeira vez Globo fez uma matéria realista. Confira


O acerto da TelexFree para ser patrocinadora do Botafogo tem como um dos principais objetivos ampliar a visibilidade da marca na América do Sul. Por causa da Libertadores, o Alvinegro foi visto como um parceiro em potencial. Na vitória do Deportivo Quito por 1 a 0, quarta-feira, o estádio Olímpico Atahualpa recebeu uma torcida de cerca de mil pessoas formada por divulgadores da empresa no Equador.
Reunidos, eles compraram os cerca de mil ingressos e fizeram camisas do Botafogo com a marca do patrocinador em destaque. Em redes sociais, os líderes da empresa no Equador anuciaram distribuição de entradas grátis aos “sócios” da TelexFree. No grupo, além dos equatorianos, estavam três brasileiros, entre eles Dorian da Silva Santos.

– Todos gostaram muito. Os divulgadores daqui do Equador tiveram a ideia de comprar os mil ingressos e mandar fazer as camisas do Botafogo. Todos agora também são um pouco botafoguenses por causa desta parceria com a TelexFree e esperam que o clube faça uma boa campanha para poder voltar ao Equador (enfrentariam o Independiente del Valle na fase de grupos da Libertadores) – disse o brasileiro.
Além do jogo do Botafogo, os seguidores desta empresa participam de diversos eventos de divulgação da marca em Quito até o fim da semana. Alguns reúnem milhares de pessoas. O equatoriano Ivan Villena, um dos que foram ao estádio na quarta-feira trajado de alvinegro na torcida do “Fogón”, disse que a ideia foi fazer uma boa recepção ao Glorioso na cidade.

– Agora o Botafogo tem uma torcida no Equador. Foi muito interessante assistir ao jogo, todos nós nos mobilizamos para estar perto neste momento. Esperamos uma vitória no Rio para que o time possa voltar aqui – disse o divulgador, que também torce para o Barcelona de Guayaquil.
Sergio Landau, diretor executivo do Botafogo, viu a iniciativa dos equatorianos com bons olhos. Ele voltou a frisar que o clube negociou apenas com a TelexFree sediada em Miami, nos Estados Unidos, mas que esta ação no jogo contra o Deportivo Quito é uma prova de que a parceria está dando frutos para ambos os lados.
– Acho que foi uma coisa positiva, mostra que a parceria está firme e que há uma reciprocidade. É uma integração importante. Desde o início disseram que queriam o Botafogo para ajudar a alavancar a marca. Não sei ao certo como eles se posicionam na América do Sul, porque nosso contato foi apenas nos Estados Unidos. De qualquer forma acho que foi válido também para o Botafogo.
A Telexfree tem travado uma luta na justiça para conseguir operar no Brasil. Denunciada pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) por suspeita de atuar sob esquema de pirâmide financeira, a empresa teve suas contas e operações bloqueadas pela Justiça do Acre em 2013. Houve ainda uma multa no fim de dezembro no valor de R$ 11 mil por entrar com recurso considerado protelatório, com a intenção de atrasar o andamento de dois processos: o que bloqueou as atividades da empresa e outro que pede a extinção do negócio.

Fonte: Globo Esporte

About A Politica e o Poder

%d blogueiros gostam disto: